Em mercados / acoes-e-indices

Petrobras paga US$ 700 mi após sentença nos EUA, PGR quer barrar dividendo da Braskem e mais destaques

Confira os destaque corporativos desta segunda-feira (24)

fachada Petrobras
(Agência Petrobras / Stéferson Faria)

No Radar InfoMoney desta segunda-feira (24), destaque para o pagamento da Petrobras de US$ 700 mi por conta de ação nos EUA e à Braskem por pedido novamente de suspensão de pagamento de dividendos. Confira esses e outros destaques corporativos.

Petrobras (PETR3;PETR4)

A Petrobras realizou na sexta-feira, por meio de subsidiárias, o pagamento do valor aproximado de US$ 700 milhões relacionado à sentença proferida pela Corte Federal do Texas, nos Estados Unidos, que julgou improcedente a ação proposta pela companhia com o objetivo de anular a sentença proferida na arbitragem movida por Vantage Deepwater Company e Vantage Deepwater Drilling Inc.

“O pagamento visa cessar a incidência de juros à condenação, permite levantar o bloqueio cautelar de bens da Petrobras e suas subsidiárias na Holanda e evita outras constrições judiciais, mas não encerra o litígio, uma vez que a companhia recorreu da decisão da Corte Federal do Texas em 19/06/2019 e segue adotando todas as medidas destinadas a resguardar os seus interesses , informou a petroleira.

Segundo o fato relevante, “cabe ressaltar que a companhia já havia reconhecido a provisão desse litígio no quarto trimestre de 2018, conforme divulgado em comunicado de 07/02/2019.”

O Estadão destaca que hoje termina o prazo para o investidor pessoa física manifestar interesse nas ações ordinárias (com direito a voto) da Petrobras que a Caixa vai vender. O banco vai se desfazer de 3,24% do capital social da Petrobras, ou 241.340.371 papéis.

Desse total, até 24% será prioritariamente negociado com pessoas físicas, com valor mínimo de compra de R$ 3 mil e máximo de R$ 1 milhão. Há também a possibilidade de a compra ser feita via fundo de investimentos em ações, com R$ 100 como aporte mínimo.

Braskem (BRKM5)

Em recurso enviado na sexta-feira ao Supremo Tribunal Federal (STF), a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, pediu a suspensão de liminar concedida pela presidência do Superior Tribunal de Justiça (STJ) em favor da empresa Braskem, informou a assessoria de imprensa da PGR.

Alvo de ação civil pública conjunta do Ministério Público e da Defensoria Pública de Alagoas, a Braskem foi apontada como responsável por tremores que vêm provocando danos estruturais em milhares de imóveis, causando risco de afundamento dos bairros Pinheiro, Mutange e Bebedouro, em Maceió (AL). Em decorrência da ação, a Justiça ordenou – em primeira instância – o bloqueio de bens da mineradora até o valor de R$ 100 milhões.

A determinação foi mantida pelo Tribunal de Justiça de Alagoas, que também proibiu a empresa de fazer a divisão de lucros obtidos no exercício de 2018, no valor de R$ 2,67 bilhões. Entre os acionistas estão Petrobras e Odebrecht. No entanto, em decorrência de um novo recurso, o presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), João Otávio de Noronha, permitiu a distribuição de dinheiro sob o argumento do risco de grave lesão à economia pública.

Frigoríficos

A China importou um volume recorde de carne em maio em uma tentativa de mitigar o impacto da gripe suína africana à medida que os preços domésticos no segmento de suínos se recuperam.

A China comprou 556.276 toneladas de carne e vísceras em maio, cerca de 45% mais em relação ao ano anterior, segundo dados alfandegários oficiais publicados no domingo, informou a Bloomberg.

Com esse volume, as importações nos primeiros cinco meses totalizam 2,2 milhões de toneladas, um aumento de 23% em relação ao ano passado.

BB Seguridade (BBSE3), IRB (IRBR3), Porto Seguro (PSSA3) e SulAmérica

A XP iniciou a cobertura das empresas de seguros e resseguradoras. Segundo o relatório, as empresas com recomendação de compra são a BB Seguridade (preço-alvo de R$39/ação e 21% de potencial de ganho), o IRB Brasil (preço-alvo de R$120/ação e 21% de potencial de ganho) e SulAmérica (preço-alvo de R$43/ação e 26% de potencial de ganho). 

A Porto Seguro teve o início de sua cobertura com recomendação neutra e preço-alvo de R$58/ação (7% de potencial de ganho).

“Iniciamos cobertura do setor de seguros com viés positivo baseado em melhores perspectivas econômicas para o final de 2019/início de 2020, sua baixa penetração no Brasil e o bem-sucedido trabalho das empresas para compensar menores ganhos financeiros através de iniciativas de eficiência, investimentos em tecnologia, melhorias na distribuição e outras frentes”, destacou o relatório.

Banco Inter (BIDI4)

O Banco Inter vai pagar juros sobre o capital próprio no valor bruto total de R$ 12,812 milhões, equivalentes a R$ 0,126193160 por ação. O pagamento será efetuado em 05 de julho de 2019. A partir de 28 de junho, as ações serão negociadas “ex” estes juros sobre capital próprio.

RD (RADL3)

A RD – Raia Drogasil – vai pagar juros sobre capital próprio até o dia 03 de dezembro, no valor bruto por ação de R$ 0,1623. O benefício aplica-se à posição acionária do dia 26 de junho e, a partir do dia seguinte, as ações serão negociadas “ex juros sobre capital próprio.

Hermes Pardini (PARD3)

A Hermes Pardini aprovou o pagamento de juros sobre o capital próprio no valor bruto total de R$ 9,853 milhões, equivalentes a R$ 0,07569 por ação. O pagamento será realizado no dia 16 de julho, com base na participação no capital da companhia do dia 26 de junho. A partir de 27 de junho, as ações serão negociadas “ex”.

CCR (CCRO3) e Ecorodovias (ECOR3)

O jornal O Globo destaca que o governo pretende leiloar 16 mil quilômetros de rodovias até 2022, com um novo modelo, que permitiria que o valor dos pedágios variasse conforme as condições das estradas. Isso poderia estimular as concessionárias a acelerarem as obras, diz a publicação.

Para a concessão da Nova Dutra, pertencente à CCR, o jornal diz que, no ano que vem, a ideia é instituir a cobrança por trecho percorrido. Dessa forma, quanto mais o motorista rodar pela rodovia, mais vai pagar.

Tecnisa (TCSA3)

A Tecnisa contratou bancos para avançar numa possível oferta de ações, segundo a Bloomberg. O Estadão havia informado semana passada que a oferta poderia sair em julho e que os recursos devem ser utilizados, principalmente, para o reforço de caixa, já que as dívidas de curto prazo estão superiores às disponibilidades ao final do primeiro trimestre.

Cielo (CIEL3)

Cielo emite R$ 3 bilhões em debêntures a 103,80% do CDI, diz a Bloomberg.

(Agência Estado)

Quer investir melhor o seu dinheiro? Clique aqui e abra a sua conta na XP Investimentos

 

 

Contato