Em mercados / acoes-e-indices

De votação da reforma da Previdência na Comissão Especial a G-20: o que você precisa acompanhar esta semana

Tudo que o investidor precisa saber para operar nesta semana

Comissão Especial Reforma da Previdência
(Pablo Valadares/Câmara dos Deputados)

SÃO PAULO - Depois de bater seu recorde e fechar a semana em 102.012 pontos nesta sexta-feira (21), o Ibovespa terá uma semana cheia entre os dias 24 e 28 de junho. Em destaque, é esperada a votação da reforma da Previdência na Comissão Especial da Câmara dos Deputados até a quinta-feira (27). 

O relatório apresentado pelo deputado Samuel Moreira (PSDB-SP) será votado na semana que vem. Bombardeado pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, que falou que o texto atual obrigará o governo a fazer uma nova reforma em "cinco ou seis anos", a redação de Moreira foi elogiada por economistas

O impacto fiscal da reforma com as alterações propostas deve ser de R$ 913,4 bilhões de economia em 10 anos. Além desse valor, o deputado prevê R$ 217 bilhões de receitas, também em 10 anos, com o fim da transferência de recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) para o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Assim, no total, o relator prevê economia de R$ 1,13 trilhão. O governo previa economia de R$ 1,236 trilhão, em 10 anos.

Segundo a Agência Estado, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), está preparando um acordo para a votação da reforma em plenário – próxima etapa depois da Comissão Especial – antes do recesso parlamentar, que começa no dia 18 de julho. 

G-20

O presidente Jair Bolsonaro será um dos três oradores principais da sessão de inovação e tecnologia do G-20 em Osaka, no Japão, e falará por cinco minutos. 

Contudo, o mais importante para o investidor acompanhar é o tão antecipado encontro entre os presidentes dos Estados Unidos, Donald Trump, e da China, Xi Jinping. 

Nas última semana, após muitos atritos, Trump voltou a se dizer ansioso por encontrar Xi. Os dois devem falar sobre um acordo para pôr fim à guerra comercial, de modo que a China evite a taxação em 25% de mais US$ 300 bilhões em produtos exportados aos EUA. 

O G-20 começa na sexta-feira (28) e se estende pelo fim de semana. 

Agenda de indicadores

Na semana que vem os destaques são a ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) na terça-feira (25), que deve trazer mais pistas sobre quando o Banco Central vai reduzir a Selic. 

Já na quinta-feira (27) às 9h30 (horário de Brasília), será divulgada a terceira e última estimativa do Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados Unidos no primeiro trimestre. A mediana das expectativas dos economistas é de que seja confirmado o avanço de 3,1% no período. 

Clique aqui e confira a agenda completa de indicadores.

Quer investir melhor o seu dinheiro? Clique aqui e abra a sua conta na XP Investimentos

 

Contato