Em mercados / acoes-e-indices

Ibovespa sobe mais de 1% e encosta nos 99 mil pontos puxado por Vale e siderúrgicas

Mercado tem um dia de muito otimismo após cair ontem devido às controvérsias envolvendo o ministro Sérgio Moro

ações alta bolsa índices gráfico
(Shutterstock)

SÃO PAULO - O Ibovespa acelera ganhos nesta terça-feira (11) perto do fim da sessão e se aproxima dos 99 mil pontos. A disparada é puxada por commodities, em um dia de alta de 6% do minério de ferro depois do governo da China dar aval ao financiamento de grandes projetos para estimular a economia.

O mercado também comemorou a aprovação um crédito suplementar de R$ 248,9 bilhões na Comissão Mista de Orçamento (CMO). Falta a votação ser encerrada em sessão conjunta do Congresso.

Às 16h01 (horário de Brasília), o principal índice da B3 subia 1,37% a 98.784 pontos, enquanto o dólar comercial tem queda de 0,96% a R$ 3,8465 na compra e a R$ 3,8472 na venda. O dólar futuro com vencimento em julho cai 1,04% a R$ 3,851.

Segundo o analista Carlos Daltozo, da Eleven Financial, a Bolsa é puxada por Vale e siderúrgicas, que respondem positivamente ao desempenho do minério. "Aqui, temos sempre que separar o ruído do sinal. O mercado se preocupou com os vazamentos contra o ministro Sérgio Moro, mas até agora houve pouca consequência prática do caso", destaca. 

No mercado de juros futuros, o DI para janeiro de 2021 cai nove pontos-base a 6,17%, ao passo que o DI para janeiro de 2023 recua 12 pontos-base a 7,06%.  ,

Era vital para o governo que o Congresso chegasse a um acordo sobre o tema, pois sem isso, haveria duas opções: ou o Planalto deixaria de pagar Benefício de Prestação Continuada (BPC), depois crédito rural e Bolsa Família ou incorreria em crime de responsabilidade fiscal, correndo risco de sofrer um impeachment. 

O Planalto concordou em cinco itens: i) cancelamento de uma portaria da Funasa de revisão de empenho; ii) Minha Casa Minha Vida, com divergência se haverá projeto à parte; iii) descontingenciamento de educação (R$ 1 bilhão a R$ 5 bilhões); iv) R$ 800 milhões para a farmácia popular e v) recursos para CNPq.

Destaque ainda para as novas negociações dos deputados com governadores para que os estados sejam contemplados pela reforma da Previdência. Este é o principal foco de conflito no texto atual, que deve ter seu relatório lido pelo deputado Samuel Moreira (PSDB-SP) na quinta-feira (13) na Comissão Especial da Câmara. 

China

Enquanto isso, o mercado acompanha o exterior, com o minério de ferro em alta de cerca de 6% e o brent com ganhos de cerca de 1% com notícias de que os governos locais na China vão ter mais espaço para investir em infraestrutura e se contrapor às tarifas americanas.

Autoridades chinesas prometeram apoiar emissões de bônus com propósito específico por governos locais, depois de Pequim dar seu aval à tomada de recursos para ajudar a impulsionar o crescimento econômico. O governo chinês vai ampliar esforços para acelerar o financiamento de grandes projetos por meio dessas emissões, que são usadas basicamente para gastos em infraestrutura.

As medidas têm como objetivo fortalecer a coordenação entre agências governamentais, manter ampla liquidez e garantir uma taxa de crescimento dentro de faixa razoável, afirma o comunicado de ontem.

A China prevê que governos locais emitirão este ano 2,15 trilhões de yuans (US$ 310 bilhões) em bônus com propósito específico voltados para projetos de infraestrutura, montante bem maior que o total de 1,35 trilhão de yuans emitido no ano passado.

Noticiário corporativo

Entre os destaques corporativos está o anúncio ontem à noite da Petrobras (PETR3; PETR4) de que recebeu o valor aproximado de R$ 265 milhões, em decorrência de acordo de leniência da Braskem (BRKM5) celebrado com a Controladoria-Geral da União (CGU) e a Advocacia-Geral da União (AGU). A Braskem já havia devolvido R$ 564 milhões à Petrobras, por acordos com Ministério Público Federal (MPF), que, somado ao valor restituído agora, totaliza cerca de R$ 829 milhões.

A venda das ações da Petrobras em poder da Caixa Econômica Federal deve ter efeito positivo no banco estatal, elevando o seu patrimônio líquido, que somava R$ 81,2 bilhões ao final do ano passado. O potencial impacto, que pode ser bilionário, depende, contudo, do preço do papel na operação, anunciada nesta segunda-feira, 10, ao mercado.

O jornal Valor Econômico destaca que os conselheiros da BRF (BRFS3) estão divididos em relação à uma eventual fusão com a Marfrig (MRFG3). A união das empresas seria benéfica no longo prazo, criando competitividade global e dando saúde financeira, porém haveria riscos de governança, choque cultural e baixa sinergias.

As companhias aéreas Gol (GOLL4) e a Latam esperam que, caso a falência da Avianca seja decretada, na próxima semana – a decisão que seria ontem foi adiada –, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) faça a redistribuição dos horários de pousos e decolagens dos slots da empresa como manda a atual legislação, que prevê a divisão das posições igualmente entre as aéreas que já operam nos aeroportos, diz o Valor.

As maiores altas dentre as ações que compõem o Ibovespa são:

Cód. Ativo Cot R$ % Dia % Ano Vol1
 VALE3 VALE ON ATZ 51,12 +5,75 +0,24 1,95B
 CSNA3 SID NACIONALON 18,18 +5,45 +115,77 256,58M
 BRAP4 BRADESPAR PN 31,98 +4,41 +4,97 40,87M
 BTOW3 B2W DIGITAL ON 33,25 +4,20 -20,87 77,27M
 GGBR4 GERDAU PN 14,74 +4,17 +0,64 173,20M

As maiores baixas dentre as ações que compõem o Ibovespa são:

Cód. Ativo Cot R$ % Dia % Ano Vol1
 IRBR3 IRBBRASIL REON 96,80 -1,80 +19,00 99,36M
 SBSP3 SABESP ON 46,69 -1,50 +48,22 132,82M
 AZUL4 AZUL PN N2 43,44 -1,50 +20,67 163,42M
 VIVT4 TELEF BRASILPN 48,95 -1,27 +11,12 72,11M
 TAEE11 TAESA UNT N2 27,19 -0,77 +17,15 24,59M
* - Lote de mil ações
1 - Em reais (K - Mil | M - Milhão | B - Bilhão)

Quer investir com corretagem ZERO na Bolsa? Clique aqui e abra agora sua conta na Clear!

 

Contato