Em mercados / acoes-e-indices

Petrobras sobe 4% com petróleo e cessão onerosa; Natura salta quase 10% após 2 sessões de forte queda

Confira os destaques do mercado na sessão desta terça-feira (26)

Petrobras
(Shutterstock)

SÃO PAULO - O Ibovespa registrou forte alta na sessão desta terça-feira (26) após cinco dias sem conseguir subir. Os sinais de relativa trégua política - apesar da desistência do ministro da Economia Paulo Guedes de ir à CCJ - ajudaram o mercado a registrar ganhos, mas foi o exterior positivo e a alta das commodities que guiaram o índice a um dia de fortes ganhos. 

Entre os destaques, esteve a Petrobras (PETR3; PETR4), com os papéis PN registrando ganhos de mais de 4% de olho no noticiário sobre a cessão onerosa e repercutindo a forte alta dos preços do petróleo. 

Os papéis de outras empresas de commodities, como Vale (VALE3) e CSN (CSNA3) tiveram ganhos. Enquanto isso, a Natura (NATU3) - que caiu 14% em dois pregões após a notícia de que a companhia negocia a compra dos ativos da Avon, que possui um elevado endividamento -, teve forte alta em um movimento de recuperação. 

Confira esses e mais principais destaques corporativos de hoje:

Vale (VALE3)

A Vara Única da Comarca de Barão de Cocais (MG) determinou o bloqueio de R$ 2,95 bilhões da Vale para resguardar o ressarcimento de eventuais prejuízos. patrimoniais e extrapatrimoniais, das pessoas afetadas pelas evacuações ocorridas e pelas que podem ocorrer com relação à barragem Sul Superior, em Gongo Soco, Barão de Cocais, em Minas Gerais.

Em fato relevante, a companhia informou que "ainda não foi formalmente notificada da decisão e adotará as medidas cabíveis no prazo legal".

Além disso, a Vale informou que foi notificada sobre a decisão do juízo de plantão da comarca de Belo Horizonte, que determinou a apresentação pela empresa de um relatório de auditoria técnica independente sobre a situação de estabilidade da estrutura Sul Superior, em Gongo Soco, assim como a adoção de medidas para garantir a segurança da estrutura.

Neste caso, o juízo plantonista indeferiu o pedido de bloqueio de recursos da Vale no valor de R$ 120 milhões para o custeio de auditoria técnica.

Na manhã desta terça-feira (26), a Vale divulgou seu relatório de produção e vendas no 4º trimestre de 2018. No período, a companhia registrou uma produção de minério de ferro de 101 Mt, ficando 3,8% abaixo do trimestre anterior "devido à sazonalidade climática usual do período". Em 2018, a companhia registrou uma produção de 384,6 Mt.

Petrobras (PETR3PETR4); BR Distribuidora (BRDT3)

A Petrobras avança acompanhando o desempenho do petróleo, com o WTI subindo cerca de 2% com os cortes na oferta pela Opep ajudando a amenizar os temores de queda nos preços em meio à desaceleração global. 

Também no radar da companhia, o ministro da Economia Paulo Guedes afirmou na última segunda-feira (25) que o governo e a Petrobras concluíram a renegociação do contrato da cessão onerosa e deverão anunciá-lo nos próximos dias.

Segundo ele, o governo quer dividir recursos do fundo social do pré-sal com Estados e municípios, em uma solução mais estrutural para ajudar financeiramente os entes regionais. Além disso, defendeu que os entes fiquem com 70% dos recursos.

Ainda em destaque, a estatal informou em comunicado ao mercado a alteração na periodicidade de reajuste nos preços do diesel pela diretoria executiva da estatal. Os preços do diesel nas refinarias da companhia, que correspondem a cerca de 54% dos preços ao consumidor final, serão reajustados por períodos não inferiores a 15 dias.

A Petrobras também destacou que sua subsidiária BR Distribuidora está desenvolvendo para implantação num período estimado em 90 dias um cartão de pagamentos que viabilizará a compra por caminhoneiros de litros de diesel a preço fixo nos postos com a bandeira BR.

O cartão, chamado de "Cartão Caminhoneiro", servirá como uma opção de proteção da volatilidade de preços, garantindo assim a estabilidade durante a realização de viagens.

CPFL Renováveis (CPRE3)

A CPFL Renováveis apurou um lucro líquido de R$ 106,8 milhões no 4º trimestre de 2018, alta de 108,5% em relação ao mesmo período do ano anterior. No ano, o lucro foi de R$ 118,8 milhões, alta de 504,7%. A receita líquida totalizou R$ 1,93 bilhão, queda de 1,2%, enquanto o Ebitda (lucro antes de juros, impostos depreciação e amortização, na sigla em inglês) somou R$ 1,2 bilhão (-1,1%).

Frigoríficos

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) informou que fará a auditoria no sistema de inspeção de estabelecimentos de carnes bovinas e suínas no Brasil no período de 10 a 28 de junho. "Este é um passo importante para que possamos voltar a exportar, num futuro próximo, carne in natura para os EUA", afirmou a ministra Tereza Cristina.

O acordo foi firmado na semana passada, durante visita oficial do governo brasileiro a Washington (EUA). A ideia é que o serviço de inspeção americano verifique se os produtos brasileiros continuam a atender os requisitos sanitários dos EUA. A notícia pode impactar positivamente as ações de JBS (JBSS3), Marfrig (MRFG3) e BRF (BRFS3)

BRF (BRFS3)

A BRF está revisando sua estratégia de marketing para as marcas Sadia, Perdigão e Qualy. De acordo com o jornal Valor Econômico, o objetivo é recuperar o espaço perdido em anos anteriores por conta de equívocos cometidos na estratégica comercial e as crises que afetaram o setor de carnes.

Em entrevista à reportagem, Sidney Manzaro, vice-presidente de mercado Brasil da BRF, afirmou que pretende chegar a 2023 com 10% do seu Ebitda vindo das vendas de lançamentos.

Itaú Unibanco (ITUB4); Itaúsa (ITSA4)

De acordo com a Bloomberg, o Itaú Unibanco desistiu de assessorar a venda da Liquigás, subsidiária da Petrobras, para evitar um possível conflito de interesses com a Itaúsa, um dos seus maiores acionistas.

Segundo pessoas com conhecimento do assunto, o banco desistiu para deixar espaço aberto para que a Itaúsa possa fazer uma oferta pela empresa. Itaúsa, Itaú e Santander não quiseram comentar.

Com Bloomberg

Seja sócio das maiores empresas da bolsa com TAXA ZERO de corretagem: abra uma conta na Clear

 

Contato