Em mercados / acoes-e-indices

Ibovespa nas máximas: quais ações ainda estão "baratas"? Analistas sem Censura respondem

Uma estatal e um banco estão entre as escolhidas

SÃO PAULO - O Ibovespa acumula uma sucessão de recordes em 2019 e marcou a máxima histórica de 96 mil pontos. O tão falado 100 mil pontos deixou de ser uma possibilidade longínqua para se tornar apenas uma questão de tempo. 

Em meio às boas oportunidades na bolsa, algumas ações já ficaram "caras", mas outros papéis ainda são considerados "baratos" nesta caminhada que, segundo os Analistas sem Censura, é apenas o começo de uma sucessão de ganhos no mercado acionário. 

Os analistas da Nord Research Bruce Barbosa, Marilia Fontes e Renato Breia contaram quais são essas oportunidades no programa desta semana. "Há empresas com resultados bons e múltiplos baixos. Tem para todos os gostos, de todos os setores", contou Barbosa durante a transmissão ao vivo (que você pode assistir no player acima).

Breia destaca as ações da Sanepar (SAPR11) e de "estatais que podem ter alguma surpresa de governança e de privatização, que é a cereja no bolo do value investor". Bruce Barbosa também vê nas ações da Sanepar uma boa oportunidade entre as estatais.

Fora do radar das estatais, que vêm demonstrando bom desempenho sob a luz de governos liberais, Barbosa destaca as ações da Locamerica (LCAM3). "O CDI está na mínima histórica, o que para a empresa é maravilhoso", disse Barbosa, acrescentando que empresas do segmento de aluguel de carros têm uma "avenida de crescimento pelo frente". Entre os bancos, a preferência de Barbosa é por um dos favoritos do mercado: Itaú Unibanco (ITUB4).

Invista em ações com taxa ZERO de corretagem: abra uma conta na Clear - é de graça!

Questionados por leitores sobre a possibilidade de um "circuit breaker" na bolsa brasileira, Marilia explica que o momento econômico vivido pelo país coloca esse cenário fora do radar. "Um 'crash' é uma crise acontece depois de um superaquecimento. Nós estamos na ponta inversa, tivemos 4 anos de crise e agora que a economia está se recuperando e a passos vagarosos", explica. 

Em observância à ICVM 598, o(s) analista(s) de valores mobiliários participantes deste programa declara(m) que suas recomendações, pelas quais é(são) o(s) respectivo(s) responsável(is) principal(is), refletem única e exclusivamente suas próprias opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente e autônoma.

 

Contato