Em mercados / acoes-e-indices

GPA inicia venda de Via Varejo, Gol anuncia contrato de venda de 13 jatos Boeing e mais notícias

Confira os destaques corporativos desta quinta-feira (27)

Loja Casas Bahia
(Divulgação)

SÃO PAULO - Após registrarem alta de mais de 8% na sessão anterior, os preços do petróleo voltam a cair nesta quinta-feira (27), com com preocupações sobre o excesso de oferta da commodity e preocupações com uma economia global instável pressionando os preços. A notícia pode impactar as ações da Petrobras (PETR3; PETR4).

No radar InfoMoney desta quinta-feira (27), Petrobras reduz preço da gasolina nas refinarias em 4%, Pão de Açúcar inicia venda de Via Varejo, BR Properties acerta venda do Edifício Paulista por R$ 405 milhões e mais notícias.

Confira esses e mais destaques corporativos desta manhã:

Petrobras (PETR3; PETR4)

A Petrobras reduziu o preço médio da gasolina nas refinarias em cerca de 4%, para R$ 1,5554/litro com início nesta quinta-feira (27).

Também no radar da companhia, a estatal registrou pedido para a emissão de R$ 3 bilhões em debêntures com a possibilidade de acréscimo de até R$ 600 milhões. A oferta prevê a colocação de, no mínimo, R$ 1 bilhão.

Gol (GOLL4)

A Gol assinou um contrato de venda e arrendamento com a Castlelake e Apollo Aviation para trocar 13 aeronaves Boeing 737 NG por aviões Boeing 737 MAX-8 nos próximos anos. A medida faz parte do plano de renovação e modernização da frota da companhia.

De acordo com a companhia aérea, a operação permitirá uma redução da dívida líquida em cerca de R$ 1,1 bilhão. Desse valor, a Gol estima uma redução de R$ 510 milhões em arrendamento financeiro e aumento de R$ 580 milhões em liquidez em caixa.

Via Varejo (VVAR3); Pão de Açúcar (PCAR4)

O Grupo Pão de Açúcar começa hoje a se desfazer hoje de sua posição em Via Varejo por meio de um leilão de ações na B3. Caso não encontre um comprador para a varejista neste ano, o grupo deve voltar a vender novas fatias no mercado até o fim de 2019 e sair da operação. Ontem, as ações de VVAR3 e PCAR4 recuaram 5,7% e 5,01%, respectivamente.

Eletrobras (ELET6;ELET3)

A Eletrobras informou em fato relevante que a SEC (U.S. Securities and Exchange Comission) aceitou o acordo proposto pela companhia do pagamento de US$ 2,5 milhões.

Segundo comunicado, “o acordo não representa reconhecimento de ato ilegal pela Eletrobras. Para a celebração do acordo, a SEC considerou as medidas remediadoras das fraquezas materiais nos controles internos adotadas pela companhia, a evolução do programa de compliance e demais procedimentos anticorrupção, bem como sua postura cooperativa adotada no curso da investigação".

Sabesp (SBSP3)

O Itaú BBA atualizou suas estimativas para as ações de Sabesp, rolando o preço-alvo para 2019 para R$ 44 (antes R$ 45). “Nós esperamos que o governador eleito João Dória retome os planos de criar uma estrutura de holding na Sabesp. Isso pode ser positivo tanto para o estado quanto para a Sabesp, que pode se beneficiar de melhorias na governança corporativa”, escrevem os analistas.

BR Properties (BRPR3)

A BR Properties informou em fato relevante a venda do Edifício Paulista, localizado na Avenida Paulista, em São Paulo, pelo preço de R$ 405 milhões. De acordo com a companhia, o objetivo é “reciclar parte de seu portfólio, além de representar mais um passo no processo de otimização de sua estrutura de capital”.

Na opinião do Bradesco BBI, o acordo é bom para a desalavancagem da companhia, mas não deve impactar nas ações da companhia. “Apesar de ter acontecido em uma taxa de capitalização atrativa (6%), a notícia deve ser neutra para BRPR por conta da expectativa de aumento dos preços do aluguel no futuro”, escrevem.

Iguatemi (IGTA3)

A companhia anunciou em comunicado ao mercado a construção de uma torre comercial no Galleria Shopping. Segundo a companhia, o empreendimento terá 14 andares com lajes 950 m2 de área privativa cada, salas de reunião, auditório e heliponto, estando integrada ao shopping.

Seja sócio das maiores ações da bolsa: invista na Clear com corretagem ZERO

 

Contato