Em mercados / acoes-e-indices

Ibovespa fecha acima de 89 mil pontos em dia sem EUA de olho em incertezas sobre Previdência

Índice fechou com leves ganhos com leve alívio após a derrocada da véspera puxada por Wall Street

Ações
(Shutterstock)

SÃO PAULO - O Ibovespa ensaiou uma recuperação após a queda de 1,33% na véspera, pressionada pelas incertezas sobre o acordo entre Estados Unidos e China, mas não conseguiu ter forças em uma quarta-feira (5) marcada pela bolsa norte-americana fechada e incertezas sobre o futuro das reformas no governo de Jair Bolsonaro.

O benchmark da bolsa brasileira fechou com leve alta de 0,47%, aos 89.039 pontos, com o volume financeiro ficando em R$ 8,672 bilhões. O contrato de dólar futuro com vencimento em janeiro de 2019, por sua vez, teve alta de 0,48%, a R$ 3,873, enquanto o dólar comercial subiu 0,23%, cotado a R$ 3,8682 na venda.

As bolsas em Wall Street permaneceram fechadas em luto pela morte do ex-presidente George H. W. Bush, que foi enterrado hoje. Nos mercados futuros, os índices em Nova York também mostraram recuperação após as perdas de ontem. 

Ainda segue no radar dos investidores as preocupações de que os Estados Unidos possam estar na iminência de uma recessão após queda significante na taxa dos Treasuries de 10 anos nos últimos dias. 

Já no radar doméstico está ainda a proposta de fatiamento da reforma da Previdência, como disse Jair Bolsonaro. Ele sinalizou que o foco inicial deve ser o estabelecimento de idade mínima para aposentadoria, respeitando uma diferença de tempo entre homens e mulheres.

Ele antecipou que está "bastante forte" na equipe de transição a "tendência" para começar o encaminhamento da reforma pela idade mínima. Questionado se seria mais fácil aprovar a matéria desta forma, ele respondeu que é "menos difícil".

Apesar das especulações de que a proposta teria perdido força, Bolsonaro reforçou que quer apresentar uma Proposta de Emenda à Constituição sobre o tema e "começar a reforma pela previdência pública, com chance de ser aprovada".

Quer investir com corretagem ZERO na Bolsa? Clique aqui e abra agora sua conta na Clear!

O presidente eleito conversou nesta terça-feira com lideranças do MDB e do PRB, mas não entrou no tema da reforma da Previdência. Durante a reunião com os emedebistas, foi indagado sobre o tema pelo deputado Darcísio Perondi, mas não respondeu.

Destaques de ações
O principal destaque do dia ficou para a Petrobras, que teve sessão volátil com noticiário agitado. O Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) pode obrigar a Petrobras a vender refinarias.

De acordo com o jornal Valor Econômico, será apresentado hoje o resultado de um estudo da área técnica do Cade e da ANP, que conclui que a estatal se aproveita do monopólio no setor para influenciar a formação de preços dos combustíveis no mercado interno. Se o processo for adiante, a Petrobras pode ser obrigada a reduzir sua participação no refino de petróleo no país. O impasse sobre a votação da cessão onerosa também segue no radar.

Além disso, a estatal divulgou seu Plano de Negócios e Gestão 2019-2023, prevendo investimentos de US$ 84,1 bilhões no período. O valor representa um crescimento de 12,9% na comparação com o Plano de Negócios e Gestão 2018-2022, divulgado no ano passado, que previa investimentos totais de US$ 74,5 bilhões para o período.

Por fim, a Petrobras afirmou ainda que espera uma política de dividendos mais agressiva uma vez que a alavancagem da empresa esteja controlada e novas plataformas que estão entrando em produção elevem a geração de caixa, disse o Diretor Financeiro, Rafael Grisolia, em teleconferência.

As maiores altas, dentre as ações que compõem o índice Bovespa, foram:

 Cód. Ativo Cot R$ % Dia % Ano Vol1
 JBSS3 JBS ON 12,11 +5,49 +24,11 114,22M
 QUAL3 QUALICORP ON 14,58 +5,42 -51,25 47,23M
 ECOR3 ECORODOVIAS ON 9,77 +4,38 -14,36 28,82M
 BRFS3 BRF SA ON 23,35 +4,24 -36,20 129,28M
 SMLS3 SMILES ON 43,80 +3,91 -39,27 38,02M

As maiores baixas, dentre os papéis que compõem o índice Bovespa, foram:

 Cód. Ativo Cot R$ % Dia % Ano Vol1
 BRKM5 BRASKEM PNA 51,00 -3,15 +24,09 97,28M
 CSAN3 COSAN ON 33,65 -2,97 -16,59 34,49M
 CIEL3 CIELO ON 9,27 -2,73 -57,86 90,45M
 RADL3 RAIADROGASILON 62,69 -2,05 -31,27 113,22M
 PCAR4 P.ACUCAR-CBDPN EJ 83,41 -1,34 +7,55 128,25M

As ações mais negociadas, dentre as que compõem o índice Bovespa, foram:

 Código Ativo Cot R$ Var % Vol1 Vol 30d1 Neg 
 PETR4 PETROBRAS PN N2 25,56 +0,87 1,36B 2,13B 40.814 
 VALE3 VALE ON 52,80 -0,15 511,01M 1,18B 21.622 
 ITUB4 ITAUUNIBANCOPN ED 35,53 +0,06 496,77M 567,88M 20.307 
 ITSA4 ITAUSA PN ED 12,05 0,00 240,95M 238,51M 19.732 
 BBDC4 BRADESCO PN EJ 37,66 -0,05 223,40M 581,87M 14.416 
 BBAS3 BRASIL ON 44,10 +1,01 216,83M 546,61M 11.602 
 ABEV3 AMBEV S/A ON 16,54 -0,66 152,17M 317,58M 13.820 
 BRFS3 BRF SA ON 23,35 +4,24 129,28M 154,06M 16.084 
 PCAR4 P.ACUCAR-CBDPN EJ 83,41 -1,34 128,25M 133,96M 7.755 
 PETR3 PETROBRAS ON N2 28,59 +0,60 124,52M 341,73M 8.619 

* - Lote de mil ações
1 - Em reais (K - Mil | M - Milhão | B - Bilhão)
IBOVESPA

Noticiário político 

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) aprovou por unanimidade e com ressalvas a prestação de contas da campanha eleitoral da chapa do presidente eleito e do vice, General Mourão. Com a aprovação, Bolsonaro poderá receber, na próxima segunda-feira (10), o diploma de candidato eleito, última formalidade antes da posse, que está marcada para 1º de janeiro.

No Senado, a aprovação da revisão da cessão onerosa da Petrobras, prevista para terça-feira (4), foi adiada mais uma vez diante da falta de acordo para fazer o repasse de parte dos recursos a Estados e municípios sem ferir o teto de gastos.

O líder do governo no Senado, Romero Jucá (MDB-RR), disse que "é possível" que a votação do projeto ocorra somente em 2019. Jucá voltou a dizer que o "ideal" seria apreciar a proposta - que destrava o megaleilão de áreas do pré-sal - até 22 de dezembro deste ano, mas que não adianta passar uma proposta "prematura".

 

Contato