Em mercados / acoes-e-indices

Outubro promete ser um mês de alta para ações mesmo com as eleições

Ibovespa encerra setembro com viés de alta e agora precisa romper os 80 mil pontos par a consolidar o cenário positivo; suporte em 76 mil pontos será decisivo em outubro

SÃO PAULO - Com a alta de 3,48% em setembro, o Ibovespa consolidou fundo sobre a faixa de 74 mil pontos nas últimas semanas e encerrou o mês com importante viés de alta, o que eleva a probabilidade de um outubro positivo para o índice mesmo com o conturbado cenário eleitoral. Na verdade, o temido risco eleitoral foi atropelado pelo fluxo estrangeiro, com os "gringos" aproveitam o importante suporte do EWZ, ETF (Exchange Traded Fund) negociado em NY que representa os papéis com maior peso no Ibovespa, para entrar no mercado.

Quer investir com corretagem ZERO na Bolsa? Clique aqui e abra sua conta na Clear

Por conta disso, o trader deve ficar de olho nas blue chips, em especial Itaú Unibanco (ITUB4), B3 (B3SA3), Petrobras (PETR4) e Gerdau (GGBR4), pois qualquer correção mais acentuada será uma boa oportunidade de compra ao longo de outubro. O mesmo caso podemos dizer para Lojas Renner (LREN3) e B2W (BTOW3).

Porém, antes de engatilhar esse movimento, o mercado deve acumular sobre os 76 mil pontos (patamar chave para o rumo do índice), já que o dólar deixou um belo sinal de compra sobre seu principal suporte localizado em R$ 3,97. Para aproveitar esse repique da moeda, fique ligado em Metal Leve (LEVE3), que encerrou o pregão com um setup de compra. Confira toda análise no Visão Técnica:

 

Contato