Em mercados / acoes-e-indices

Bolsa terá uma hora a mais de pregão a partir de 5 de novembro

Negócios na B3 passam a ter negociação estendida, das 10h até 18h devido ao início do horário de verão  

Investidor
(Shutterstock)

SÃO PAULO - A B3 informou na quinta-feira (20) alterações dos horários de pregão, que passará a ter uma hora a mais de negociação com o início do horário de verão no Brasil e término nos Estados Unidos. Apesar dos relógios mudarem a partir de 21 de outubro por aqui, será apenas em novembro que o mercado de ações passará a ter um novo período.

A partir de 5 de novembro, o segmento Bovespa passa a funcionar das 10h até 18h (horário de Brasília), sem after-market. A mudança ocorrerá apenas em novembro por conta do fim do horário de verão nos Estados Unidos, que fará aumentar a diferença entre a Bolsa brasileira e Wall Street, atualmente em uma hora.

A intenção é manter o fluxo de clientes estrangeiros dada a diferença de horário entre os países. Ainda não foi informado quando o pregão voltará ao horário regular. Para conferir a tabela de horários completa, clique aqui.

Desde 2015 a Bolsa brasileira opera em dois horários, o chamado "regular" entre março e outubro, das 10h às 17h, com datas efetivas de início e de fim dependendo do horário de verão, enquanto o estendido em uma hora vale para o restante do ano.

Quer proteger seus investimentos das incertezas das eleições? Clique aqui e abra sua conta na XP Investimentos

 

Contato