Em mercados / acoes-e-indices

Os 5 assuntos que vão agitar os mercados nesta sexta-feira

Investidores aguardam nova rodada de pesquisas eleitorais

Ciro Gomes, Fernando Haddad e Jair Bolsonaro
(Reprodução)

SÃO PAULO - O mercado aguarda nova rodada de pesquisas eleitorais após o primeiro debate com a participação de Fernando Haddad (PT) em meio ao tom positivo no exterior. Nas sondagens desta semana, até aqui, Jair Bolsonaro (PSL) segue na liderança isolada, com Fernando Haddad (PT) mostrando crescimento menos acelerado e tomada de fôlego de Ciro Gomes (PDT) na corrida presidencial. 

Confira os destaques desta sexta-feira (21):

1. Bolsas mundiais 

As bolsas asiáticas encerraram em alta antes de um feriado prolongado com a aposta dos investidores de que os esforços do governo para estimular a demanda doméstica possam ajudar a compensar os efeitos da escalada da guerra comercial da China e dos Estados Unidos. 

As bolsas europeias e asiáticas sobem com o sentimento positivo da maior parte da semana persistindo no mercado acionário

O petróleo sustenta patamar de US$ 70 pelo 3º dia, após uma última sessão volátil na quinta-feira depois de Donald Trump ordenar que Opep abaixe os preços da commodity. Enquanto isso, os metais avançam em Londres

  • Confira o desempenho do mercado, segundo cotação das 7h45 (horário de Brasília):

*S&P 500 Futuro (EUA) +0,03%

*Dow Jones Futuro (EUA) +0,16%

*Nasdaq Futuro (EUA) +0,04%

*DAX (Alemanha) +0,28%

*FTSE (Reino Unido) +0,06%

*CAC-40 (França) +0,31%

*FTSE MIB (Itália) -0,11%

*Hang Seng (Hong Kong) +0,26% (fechado)

*Xangai (China) -0,06% (fechado)

*Nikkei (Japão) +0,01% (fechado)

*Petróleo WTI +0,61%, a US$ 70,45 o barril

*Petróleo brent +0,89%, a US$ 79,40 o barril

*Contratos futuros do minério de ferro negociados na bolsa chinesa de Dalian -0,40%, a 501,00 iuanes (nas últimas 24 horas) 

*Bitcoin US$ 6.691,43 +3,08%
R$ 27.497 +3,17% (nas últimas 24 horas)

2. Agenda doméstica e internacional

No Brasil, às 9h (de Brasília) o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) publica a inflação parcial de setembro medida pelo IPCA-15, que deve subir de 0,13% em agosto para 0,17% em setembro, segundo estimativa mediana em pesquisa Bloomberg. Às 10h30, será divulgada a arrecadação de agosto, que deve recuar para R$ 112 bilhões, ante R$ 129,6 bilhões em julho, segundo a Bloomberg. A Receita Federal concede coletiva e comenta os dados a partir de 11h.

No exterior, os Estados Unidos divulgam, às 10h45, o PMI Manufatura Markit de setembro (preliminar). A estimativa da Bloomberg é que o indicador cresça de 54,7 pontos para 55 pontos. Para conferir a agenda completa de indicadores, clique aqui.

3. Pesquisa eleitoral

Logo cedo, sondagem contratada pela Genial Investimentos, realizada em parceria com o Brasilis, aponta que, no cenário estimulado, Jair Bolsonaro (PSL) está na liderança com 30% dos votos, seguido por Fernando Haddad (PT), com 17%. Ciro e Gomes (PDT) e Geraldo Alckmin (PSDB) estão empatados, com 7%. Marina Silva (Rede) tem 6%.

Há expectativa com a nova pesquisa XP/Ipespe, que será divulgada às 10h30 (de Brasília). Foram entrevistados 2.000 eleitores, em todo o território nacional, entre os dias 17 e 19 de setembro. A última sondagem, divulgada em 14 de setembro, foi realizada entre os dias 10 e 12 deste mês e mostrou que o deputado Jair Bolsonaro (PSL) mantinha a liderança da corrida presidencial com 26% das intenções de voto - 14 pontos percentuais à frente de Ciro Gomes (PDT). Fernando Haddad (PT) chegou a 10% das intenções de voto no cenário estimulado de primeiro turno. Com esse desempenho, Haddad estava tecnicamente empatado com outros três candidatos na corrida presidencial:

Ciro Gomes atingiu seu maior patamar da série histórica, aos 12%; Geraldo Alckmin (PSDB), que apesar da larga vantagem em tempo de propaganda no rádio e na televisão, não consegue sair dos 9%; e Marina Silva (Rede), que dava sinais de desidratação ao sair de 13% há três semanas para 8% na última sondagem.

Os investidores ainda aguardam a divulgação da pesquisa DataPoder 360, prevista também para esta sexta-feira. 

4. Noticiário político

Embalada pelas recentes pesquisas eleitorais que apontaram vantagem consolidada de Jair Bolsonaro (PSL), sua campanha deve intensificar a pregação pelo voto útil para tentar garantir uma vitória ainda no primeiro turno e evitar um provável confronto contra Fernando Haddad (PT) no segundo turno. 

O partido ainda prepara uma rede de enfrentamento para o dia do primeiro turno. A direção do PSL quer montar uma espécie de disque-denúncia para receber relatos de supostas irregularidades no dia da votação, informa a Folha de S. Paulo. A Justiça já dispõe desses canais e lançou um aplicativo para facilitar o envio de queixas. E não é tudo: ele também vai lançar cartilhas e uma plataforma para orientar voluntários que queiram atuar como fiscais nas seções.

Depois da rusga entre Paulo Guedes, guru econômico de Bolsonaro, por causa da CPMF, a Folha publica que há outros problemas maiores dentro da campanha. O economista não teria conseguido apresentar proposta de reforma da Previdência que agrade a todos.

No primeiro debate de que participou, transmitido pela TV Aparecia na noite anterior, Haddad virou alvo dos oponentes de questionado sobre denúncias de corrupção envolvendo petistas e a crise econômica recente. Do outro lado, o petista atacou adversários por ligações com o governo de Michel Temer. 

Por fim, em carta aos eleitores, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso pediu união do centro e reiterou voto em Alckmin. 

5. Noticiário corporativo

A ANP (Agência Nacional do Petróleo, Biocombustíveis e Derivados) aprovou medidas para incentivar a retomada das atividades terrestres e em águas rasas de produção de petróleo, como resultado de um grupo de trabalho da própria ANP, que determinou a avaliação do nível de investimentos necessários para atenuar a situação atual de queda da produção e de atividades nesses tipo de operação. A ANP também aprovou o pagamento de R$ 706,6 milhões à Petrobras referente ao programa de subsídio ao diesel do governo federal, somando agora um total de aproximadamente R$ 1,6 bilhão em subvenções aprovadas à petroleira.

A Sabesp assina hoje protocolo de intenções com a prefeitura de Guarulhos para prestação de serviços de abastecimento de água e esgoto no município. 

O Banco Central regulamentou o recebimento de remessas do exterior em reais, diretamente em conta corrente ou conta poupança, sem necessidade de operação de câmbio.

A 3G Radar Gestora de Recursos, representando seis acionistas, informou ter aumentado sua participação na Eletrobras para 15,01% do total de ações preferenciais classe B ante 10,30% anteriormente. Com isso, a gestora passou a deter 39.852.200 do total dessas ações emitidas pela estatal.

Quer proteger seus investimentos das incertezas das eleições? Clique aqui e abra sua conta na XP Investimentos

 

Contato