Em mercados / acoes-e-indices

Os 5 assuntos que vão agitar os mercados nesta terça-feira

É esperada para essa noite a divulgação da pesquisa Ibope  

Haddad, Alckmin e Bolsonaro
(Reprodução)

SÃO PAULO - O mercado doméstico repercute nesta terça-feira (11) a mais recente pesquisa eleitoral para a presidência, realizada após o atentado contra o candidato Jair Bolsonaro (PSL). O Datafolha mostrou um aumento dentro da margem de erro para o candidato do PSL, que agora tem 24%, oscilando para cima contra 22% no levantamento de 22 de agosto. Assim, a pesquisa mantém incerteza política ao não confirmar ideia de que atentado contra o deputado favoreceria a direita, o que impulsionou os mercados na quinta-feira. 

Em segundo lugar a disputa ficou embolada entre quatro candidatos: Ciro Gomes (PDT), Marina Silva (Rede), Geraldo Alckmin (PSDB) e Fernando Haddad (PT), provável candidato do PT com a candidatura de Lula barrada pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Haddad deve assumir hoje a chapa presidencial do PT, até 19h (de Brasília)quando termina o prazo para que o partido oficialize a troca de candidato. 

Além disso, é esperada para essa noite a divulgação de mais uma pesquisa, do Ibope. Enquanto isso, durante a manhã, mais um fator complicador para Alckmin: o seu correligionário, o ex-governador do Paraná Beto Richa, candidato ao Senado pelo PSDB, foi preso na manhã desta terça-feira pelo Gaeco em Curitiba, no Paraná.

Veja no que ficar de olho nesta terça-feira (11):

1. Bolsas mundiais

As bolsas asiáticas encerraram sem direção definida com expectativas em relação à guerra comercial entre China e Estados Unidos. A Casa Branca anunciou na segunda-feira (10) que está coordenando uma segunda reunião entre o presidente dos EUA, Donald Trump, e o líder norte-coreano, Kim Jong Un.

Já as bolsas europeias e os índices futuros norte-americanos recuam com o crescente receio sobre as relações comerciais entre as maiores economias globais.  Segundo a Reuters, a China pediu autorização à OMC (Organização Mundial do Comércio) para impor tarifas aos Estados Unidos. 

O dólar oscila e reduz a queda registrada mais cedo contra maioria dos pares. Os preços dos metais caem em Londres e o petróleo opera perto da estabilidade.

  • Confira o desempenho do mercado, segundo cotação das 7h34 (horário de Brasília):

*S&P 500 Futuro (EUA) -0,21%

*Dow Jones Futuro (EUA) -0,36%

*Nasdaq Futuro (EUA) -0,21%

*DAX (Alemanha) -0,49%

*FTSE (Reino Unido) -0,51%

*CAC-40 (França) -0,15%

*FTSE MIB (Itália) -0,51%

*Hang Seng (Hong Kong) -0,72% (fechado)

*Xangai (China) -0,18% (fechado)

*Nikkei (Japão) +1,30% (fechado)

*Petróleo WTI +0,36%, a US$ 67,78 o barril

*Petróleo brent +0,78%, a US$ 77,97 o barril

*Contratos futuros do minério de ferro negociados na bolsa chinesa de Dalian -1,10%, a 492,50 iuanes (nas últimas 24 horas) 

*Bitcoin US$ 6.319,36 +0,22%
R$ 26.700 +0,72% (nas últimas 24 horas)

2. Agenda de indicadores

Os Estados Unidos divulgam as vendas e os estoques no atacado relativos a julho às 11h (de Brasília). No Brasil, o Banco Central oferta até 10.900 contratos de swap cambial para rolagem de contratos de outubro, entre 11h30 e 11h40. 

Para conferir a agenda completa de indicadores, clique aqui.

Quer investir pagando apenas R$ 0,80 de corretagem? Clique aqui e abra sua conta na Clear.

3. Renda fixa no IMTV

O analista-chefe da Rico Roberto Indech conta no programa "Como Viver de Renda Fixa" como funciona o FGC (Fundo Garantidor de Crédito). O programa é transmitido ao vivo na IMTV e página do InfoMoney no Facebook, a partir das 11h (horário de Brasília).

4. Noticiário político 

O Datafolha mostrou um aumento dentro da margem de erro das intenções de voto para o candidato do PSL, que agora tem 24%, contra 22% no levantamento de 22 de agosto. Em segundo lugar a disputa ficou embolada entre quatro candidatos: Ciro Gomes (PDT) subiu de 10% para 13%, Marina Silva (Rede) caiu de 16% para 11%, Geraldo Alckmin (PSDB) avançou numericamente de 9% para 10%, enquanto Fernando Haddad (PT), provável candidato do PT com a candidatura de Lula barrada pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral), teve uma forte alta de 4% para 9%.

Na sequência, Álvaro Dias (PODE) oscilou para baixo de 4% para 3%, João Amoêdo (NOVO) oscilou para cima de 2% para 3%, mesma variação de Henrique Meirelles (MDB). Guilherme Boulos (PSOL), Vera Lúcia (PSTU) e Cabo Daciolo (PATRI) ficaram todos com 1% cada. Já João Goulart Filho (PPL), que tinha 1%, agora não pontuou. Brancos e nulos tiveram forte queda de 22% para 15% e não souberam ou não responderam somaram 7%, ante 6% na última pesquisa. 

Nas simulações de segundo turno, Bolsonaro perde de todos os outros candidatos, empatando na margem de erro apenas com Fernando Haddad. Já Marina Silva só perde para Ciro Gomes, enquanto empata na margem com Geraldo Alckmin. Veja a pesquisa completa aqui

Pesquisa Ibope regional, de São Paulo, publicada também na segunda-feira (10) mostra que a visão do eleitor não mudou após o ataque sofrido por Bolsonaro na semana passada. Confira a pesquisa aqui

A Primeira Turma do STF (Supremo Tribunal Federal) retoma nesta tarde o julgamento da denúncia de racismo feita pela PGR (Procuradoria-Geral da República) contra Bolsonaro. Ele é acusado de promover manifestações discriminatórias contra quilombolas, índios, refugiados, mulheres e lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais (LGBTs). O julgamento foi iniciado em 28 de agosto, quando foi interrompido por um pedido de vista do ministro Alexandre de Moraes. O placar ficou em 2 a 2.

Bolsonaro é acusado de racismo em decorrência de uma palestra proferida pelo candidato, no ano passado,  no Clube Hebraica, no Rio de Janeiro. Na ocasião, o deputado disse que ao visitar um quilombo constatou que “o afrodescendente mais leve lá pesava sete arrobas. Não fazem nada! Eu acho que nem para procriador eles servem mais”.

Ex-governador do Paraná e candidato ao Senado nestas eleições, Beto Richa (PSDB) foi preso na manhã desta terça-feira (11), em Curitiba. Ele foi preso na Operação Piloto, 53ª fase da Operação Lava Jato, deflagrada pela Polícia Federal na Bahia, em São Paulo e no Paraná. A esposa de Beto Richa, Fernanda Richa, e Deonlison Roldo, que é ex-chefe de gabinete do ex-governador, também foram presos após denúncias de corrupção ativa e passiva, fraude à licitação e lavagem de dinheiro envolvendo a Odebrecht.

5. Noticiário corporativo

Perspectivas de analistas do Citi apontam que os embarques de minério da Vale devem superar 100 milhões de toneladas no trimestre. Reportagem do Valor informa que sócios da Vale, Bradespar, e a Litel negociam acordo de R$ 2,5 bilhões para pôr fim a uma disputa bilionária com a Elétron, o veículo do Opportunity, de Daniel Dantas, 

Petrobras mantém o preço da gasolina inalterado após revisão. A Azul tem alta de 0,8 pp em base anual na taxa de ocupação em agosto, alcançando 82,4%. A Aneel negou recurso contra desverticalização da Amazonas Distribuidora. Fusão de Fibria e Suzano está chegando à fase final das aprovações necessárias.

Quer proteger seus investimentos das incertezas das eleições? Clique aqui e abra sua conta na XP Investimentos

Contato