Em mercados / acoes-e-indices

Maior ETF do Brasil tem saída recorde antes das eleições

O iShares MSCI Brazil ETF (EWZ) caiu mais de 10% em agosto e está próximo do seu menor nível desde janeiro de 2016

ações queda
(Shutterstock)

(Bloomberg) -- Faltando pouco mais de um mês para as eleições no Brasil, o maior ETF de ações brasileiras continua afundando. O iShares MSCI Brazil ETF (EWZ) caiu mais de 10% em agosto e está próximo do seu menor nível desde janeiro de 2016. O ETF registrou mais de US$ 752 milhões em saídas no mês passado, mais do que em qualquer outro mês desde o início do fundo em 2000.

O Ibovespa caiu mais de 11% em agosto, penalizado pela combinação de turbulência nos mercados emergentes e persistentes incertezas domésticas, em razão das eleições. "O movimento de venda de ativos emergentes prejudicou e a eleição aumentou o risco", diz Greg Lesko, gerente de recursos da Deltec Asset Management, em Nova York.

A volatilidade implícita de dois meses do índice Ibovespa alcançou seu nível mais alto. "Espera-se que a volatilidade permaneça alta com o avanço das eleições presidenciais", dizem analistas liderados por Luiz Cherman, do Itaú BBA, em relatório de 3 de setembro.

Quer proteger seus investimentos das incertezas das eleições? Clique aqui e abra sua conta na XP Investimentos

Contato