Em mercados / acoes-e-indices

Ibovespa sobe mais de 1% com Petrobras e bancos; dólar recua e volta para R$ 4,11

Índice ganhou força e fechou com movimento mais acentuado que exterior em dia de bom humor no mercado

Ações
(Shutterstock)

SÃO PAULO - O Ibovespa ganhou força durante o pregão desta quarta-feira (29), em um movimento mais forte que o registrado pelos índices norte-americanos, que renovaram mais uma vez suas máximas históricas. Por aqui, as fortes altas das ações da Petrobras e dos bancos ajudaram na arrancada do índice, que chegou a subir 1,69% na máxima do dia.

O benchmark da bolsa brasileira fechou com ganhos de 1,18%, aos 78.388 pontos, com o volume financeiro atingindo R$ 8,541 bilhões. O dólar comercial, por sua vez, virou para o negativo após encostar em R$ 4,16 na máxima do dia, fechando com perdas de 0,65%, cotado a R$ 4,1143 na venda, recuperando parte dos ganhos registrados na véspera, quando saltou 1,48%.

O mercado fica de olho nos leilões do Banco Central, que anunciou que venderá dólares das reservas internacionais com compromisso de recomprá-las mais adiante. Em comunicado emitido na noite de terça-feira, a autoridade monetária informou que ofertará até US$ 2,15 bilhões na próxima sexta-feira (31).

Nos Estados Unidos, a segunda prévia referente ao segundo trimestre deste ano apontou crescimento de 4,2% da economia, enquanto as projeções projetavam avanço de 4% na comparação com o primeiro trimestre. Os gastos dos consumidores, um dos principais componentes do PIB, cresceram 4%, acima do resultado de 3,8% do trimestre passado e mostra que a economia segue forte.

Por aqui, atenção para a repercussão da sabatina de Jair Bolsonaro (PSL) no Jornal Nacional. Segundo a análise política da XP Investimentos, o candidato conseguiu defender pontos de seu programa de governo, trajetória e discurso. O candidato não fugiu dos conflitos, e seu ponto fraco foi a explicação da votação da PEC das domésticas e a diferença salarial das mulheres.  A série de sabatinas do JN continua com Geraldo Alckmin (hoje) e Marina Silva (amanhã). 

Noticiário político 

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes fez um pedido de vista e suspendeu o julgamento de Jair Bolsonaro (PSL) na terça-feira (28) sobre uma denúncia pelo crime de racismo. O placar até o momento está em dois a dois e o julgamento deve ser retomado na próxima terça-feira (4). 

Os ministros Marco Aurélio Mello e Luiz Fux votaram contra o recebimento da denúncia, enquanto os ministros Luís Roberto Barroso e Rosa Weber defenderam o recebimento da acusação. O relator, ministro Marco Aurélio Mello, disse que a fala de Bolsonaro não extrapolou os limites da liberdade de expressão e está coberta pela imunidade parlamentar.

Em outra decisão na terça-feira, O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) rejeitou o recurso impetrado pela coligação encabeçada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) contra emissoras de TV que não têm mostrado em seus telejornais a campanha petista para a Presidência. Mas sua defesa já tem outro pedido ao TSE: uma liminar para que o petista tenha direito a participar “plenamente” da propaganda eleitoral no rádio e na televisão, podendo gravar áudios e vídeos de dentro da prisão.

Destaques da Bolsa

Em dia de alta do petróleo, a Petrobras teve valorização sustentada também pela expectativa com os novos dados sobre os estoques dos Estados Unidos. Do outro lado, Suzano recuou seguindo a perda de força do dólar e afetada negativamente pela notícia de que a SPX Capital e a Truxt Investimentos vão entrar com recursos na CVM (Comissão de Valores Mobiliários) questionando a união da empresa com a Fibria.

As maiores altas, dentre as ações que compõem o Índice Bovespa, foram:

 Cód. Ativo Cot R$ % Dia % Ano Vol1
 ELET3 ELETROBRAS ON 16,95 +8,86 -12,36 64,57M
 ELET6 ELETROBRAS PNB 19,66 +8,08 -13,39 37,62M
 GOLL4 GOL PN N2 11,22 +6,25 -23,15 64,27M
 PETR4 PETROBRAS PN N2 19,30 +5,18 +20,42 1,36B
 PETR3 PETROBRAS ON N2 22,17 +4,38 +31,62 291,65M

As maiores baixas, dentre os papéis que compõem o Índice Bovespa, foram:

 Cód. Ativo Cot R$ % Dia % Ano Vol1
 SUZB3 SUZANO PAPELON 48,57 -2,88 +161,13 159,05M
 KROT3 KROTON ON ED 10,58 -2,13 -40,90 52,69M
 RENT3 LOCALIZA ON 22,55 -1,61 +2,45 149,51M
 KLBN11 KLABIN S/A UNT N2 21,65 -1,19 +26,07 53,56M
 NATU3 NATURA ON 29,40 -1,08 -10,20 49,45M

As ações mais negociadas, dentre as que compõem o índice Bovespa, foram:

 Código Ativo Cot R$ Var % Vol1 Vol 30d1 Neg 
 PETR4 PETROBRAS PN N2 19,30 +5,18 1,36B 1,06B 56.343 
 VALE3 VALE ON 55,22 -0,77 568,15M 863,78M 21.769 
 ITUB4 ITAUUNIBANCOPN EDJ 43,41 +1,66 294,66M 555,46M 19.684 
 PETR3 PETROBRAS ON N2 22,17 +4,38 291,65M 180,56M 20.984 
 BBAS3 BRASIL ON EJ 31,09 +2,27 251,39M 341,84M 16.932 
 ABEV3 AMBEV S/A ON 19,25 +0,79 247,32M 263,08M 25.367 
 BBDC4 BRADESCO PN 29,25 +1,21 220,52M 352,88M 20.130 
 MGLU3 MAGAZ LUIZA ON 132,11 +2,14 190,67M 194,17M 6.288 
 GGBR4 GERDAU PN EJ 16,30 +0,56 186,56M 166,30M 18.608 
 SUZB3 SUZANO PAPELON 48,57 -2,88 159,05M n/d 11.578 

* - Lote de mil ações
1 - Em reais (K - Mil | M - Milhão | B - Bilhão)
IBOVESPA

Quer proteger seus investimentos das incertezas das eleições? Clique aqui e abra sua conta na XP Investimentos

Contato