Em mercados / acoes-e-indices

Marfrig despenca 9% e Light salta 4% por oferta de ações; veja outros destaques

Confira os destaques corporativos do noticiário desta sexta-feira

carne

SÃO PAULO - O Ibovespa tem pregão negativo nesta sexta-feira (17) desta diante de uma combinação de incertezas no ambiente internacional e no noticiário político brasileiro. Uma corte de apelação na cidade costeira de Izmir, na Turquia, rejeitou um recurso para libertar o pastor Andrew Brunson de prisão domiciliar justificando que as provas ainda estão sendo coletadas e há potencial risco de fuga. Esta é a terceira vez nesta semana que a Justiça turca rejeita o pedido de liberdade do religioso. O governo de Donald Trump pressiona o país a liberar o religioso ou enfrentar novas sanções.

No radar político, nesta sexta-feira, ocorre o segundo debate de presidenciáveis na RedeTV!/IstoÉ, às 22h (de Brasília). Antes da abertura do mercado, foi divulgada a pesquisa XP/Ipespe realizada entre 13 e 15 de agosto, que mostrou que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) manteve a liderança no cenário em que seu nome é considerado. Logo atrás aparece o deputado Jair Bolsonaro (PSL), com 20%, seguido por um empate técnico entre Geraldo Alckmin (PSDB), com 9%, Marina Silva (Rede), com 8%, Ciro Gomes (PDT), com 7%, e Álvaro Dias (Podemos), com 5%. Brancos, nulos e indecisos somam 16%. 

A pesquisa também testou o nome do ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT), vice na chapa encabeçada por Lula. Neste caso, o ex-prefeito tem 15% das intenções de voto, 2 pontos percentuais a mais do que o registrado há uma semana. Com isso, Haddad entraria em empate técnico com Bolsonaro, que conta com apoio de 21%. A diferença de 6 pontos está dentro do limite da margem de erro, que também coloca o petista em condição de empate técnico com os candidatos Geraldo Alckmin e Marina Silva, ambos com 9%. Confira a pesquisa clicando aqui. 

Confira os destaques corporativos do noticiário desta sexta-feira (17).

Petrobras (PETR4; PETR3)

A Petrobras está revisando sua estratégia sobre petroquímica e pode voltar atrás na decisão de vender sua fatia na Braskem e sair do setor, informou o diretor-financeiro da Petrobras, Rafael Grisolia, em entrevista à Bloomberg. A estatal pode permanecer acionista da Braskem e deixar como está; exercer o direito de preferência e comprar fatia da Odebrecht ou seguir tag along e vender junto com a Odebrecht.

"De fato, nos níveis atuais de preço de petróleo e com o programa de subsídios ao diesel, a empresa não necessita recorrer a adicionais vendas de ativos para atingir a sua meta de alavancagem", afirma o time de análise da XP Research em relatório.

Os analistas da XP Research estiveram em uma reunião entre o CFO da Petrobras, Rafael Grisolia, e analistas do setor de Óleo e Gás. No encontro, Grisolia disse que a decisão de vender a participação da Petrobras na Braskem não será analisada apenas em termos de potencial redução da dívida e retorno sobre o investimento, mas também sob uma perspectiva estratégica, já que a empresa está avaliando uma maior presença no segmento de refino.

As possibilidades para a Petrobras previstas no acordo de acionistas da Braskem são: (a) comprar a participação da Odebrecht se optar por exercer seu direito de preferência, (b) vender sua participação para a Lyondell ou (c) não fazer nada e permanecer como acionista na companhia.

Eletrobras (ELET6ELET3)

A Eletrobras informou que o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) publicou no Diário Oficial alteração no cronograma de privatização das distribuidoras. 

O leilão de privatização de distribuidoras da estatal, agendado para 30 de agosto, foi suspenso mais uma vez por decisão judicial, após o órgão especial do Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro decidir retomar efeitos de uma liminar que exigiu da estatal estudos prévios sobre o impacto das desestatizações sobre trabalhadores. A empresa, o governo e o BNDES afirmaram que estudarão medidas cabíveis sobre a suspensão do leilão. 

De acordo com o novo calendário publicado pelo BNDES, a entrega dos documentos relativos ao processo de privatização da Eletroacre, Ceron (RO) e Boa Vista Energia (RR) será feita no dia 27 de agosto, das 9h às 12h, na B3 e os leilões irão acontecer no dia 30 de agosto, às 15h. Já sobre a Amazonas Distribuidora de Energia é que o novo cronograma será detalhado nos próximos dias e que o leilão será realizado no dia 26 de setembro. O leilão da Ceal, de Alagoas, continua suspenso em virtude da decisão judicial no âmbito da ação cível originária n° 3.132/DF, diz o comunicado da Eletrobras.

Marfrig (MRFG3)

A Tyson Foods concordou em adquirir a Keystone Foods, que pertence à Marfrig por US$ 2,5 bilhões, segundo fontes da Reuters e da Bloomberg. O preço ficou abaixo dos US$ 3 bilhões inicialmente esperados, refletindo principalmente a piora das condições no mercado de frango dos Estados Unidos.

O acordo teria sido assinado pelo acionista controlador da Marfrig, Marcos Molina, na noite de quinta-feira (16), segundo as fontes, que pediram anonimato porque não estavam autorizadas a discutir o assunto publicamente. 

Na quarta-feira (15), José Eduardo Miron, CFO da Marfrig, disse em teleconferência com jornalistas que o processo de venda da Keystone está "bastante avançado e pode acontecer a qualquer momento, nas próximas semanas no máximo". 

Os analistas do BTG Pactual avaliam que a confirmação da venda ajudará na redução da alavancagem da companhia, que deve cair de 4.6x para 1.9x no fim deste ano, e trazer um potencial de valorização de 40% às ações da Marfrig que, vale destacar, acumula forte queda nesta mês. 

Light (LIGT3) e Cemig (CMIG4)

A Light informou que está avaliando a possibilidade de realizar oferta pública de ações ordinárias. E empresa não mencionou o valor nem disse quando a oferta de ações poderia ocorrer. 

"Apesar de mais detalhes não terem sido fornecidos e a proposta ser não-vinculante, vemos a noticia como positiva para a Cemig, dado o elevado endividamento da Light e a necessidade de diluir sua participação na subsidiaria antes do exercício das opções de venda de fundos que compõem o bloco de controle", afirma o time de análise da XP Research em relatório.

Segundo o BTG Pactual, embora a empresa não tenha dados mais informações, a leitura é positiva para o papel, que vem mostrando desempenho negativo. "No operacional, a companhia vem performando mal e com alta alavancagem (de 3.3x), logo, dinheiro é bem-vindo", afirmam os analistas em relatório.

"Não sabemos se Cemig irá perder o controle com a diluição, seria surpresa grande para nós, uma vez que perderia controle sem prêmio. Temos dúvidas também sobre o timing da venda, uma vez que eleições se aproximam", pondera o BTG.

Oi (OIBR4)

A S&P elevou o rating a Oi de CCC+ com perspectiva positiva para B com perspectiva estável. Segundo a agência de classificação de risco, a empresa implementou passos importantes pelo seu plano de reestruturação, como a troca de dívidas, com desconto significativo nas obrigações financeiras da empresa.

Brasil Brokers (BBRK3)

A Brasil Brokers aprovou o grupamento de suas ações ordinárias na proporção de 10 para 1. 

Grupo Pão de Açúcar (PCAR4)

A ação do Grupo Pão de Açúcar foi elevada para outperform (acima da média do mercado, o equivalente a compra) pelo Bradesco BBI. O preço-alvo foi elevado de R$ 87 para R$ 107, um potencial de valorização de 32% em relação ao último pregão. Segundo os analistas, as iniciativas para aumentar o retorno em Pão de Açúcar e Extra estão começando a mostrar resultados, entregando crescimento de tráfego e crescimento nas vendas mesmas lojas acima da inflação pela primeira vez em seis  anos.

Taesa (TAEE11)

A XP Investimentos iniciou a cobertura da Taesa com recomendação de compra e preço-alvo médio de R$ 23,65, um potencial de alta de 14% em relação ao último fechamento.

Cteep (TRPL4)

O conselheiro Carlos Alberto Rodríguez López renunciou ao cargo de membro efetivo do Conselho de Administração, para o qual havia sido eleito na Assembleia Geral Ordinária em 12 de abrile cujo mandato se estenderia até 2019. O presidente do Conselho de Administração não indicará neste momento um membro substituto para o restante do mandato.

Quer investir pagando apenas R$ 0,80 de corretagem? Clique aqui e abra sua conta na Clear

 

Contato