Em mercados / acoes-e-indices

Conselho estuda oferta para fechamento de capital da Tesla

Os diretores independentes Brad Buss, Robyn Denholm e Linda Johnson Rice comporão o comitê, que ainda não recebeu uma proposta formal de Musk, segundo comunicado divulgado pela Tesla nesta terça-feira

teslabloomberg

(Bloomberg) -- O conselho da Tesla formou um comitê especial para avaliar a proposta de Elon Musk de fechar o capital da fabricante de carros elétricos um dia depois de o CEO revelar mais detalhes sobre quem vai assessorá-lo e ajudar a financiar o possível acordo.

Os diretores independentes Brad Buss, Robyn Denholm e Linda Johnson Rice comporão o comitê, que ainda não recebeu uma proposta formal de Musk, segundo comunicado divulgado pela Tesla nesta terça-feira. Eles não decidiram se o fechamento do capital da Tesla é aconselhável ou viável.

Musk, 47, gerou alvoroço há uma semana com o anúncio nada convencional da iniciativa para tirar a empresa dos mercados públicos e vem dando detalhes a conta-gotas em tweets e postagens de blog que se anteciparam ao conselho da Tesla. Em um tweet publicado na noite de segunda-feira, o presidente do conselho e CEO disse que está sendo assessorado pelo Goldman Sachs e pela firma de private equity Silver Lake, e que contratou assessoria jurídica. Anteriormente, no mesmo dia, ele tinha dito que a Arábia Saudita o abordou demonstrando interesse em ajudar fechar o capital da Tesla no começo do ano passado.

As ações da Tesla subiam 0,5 por cento, para US$ 358,17, às 9h30 desta terça-feira, horário de Nova York. As ações continuam bem abaixo do patamar de US$ 420 em que, segundo Musk, seria possível comprar as ações dos acionistas que queiram vender, o que ressalta o ceticismo dos investidores de que o acordo seja viável.

Embora a Tesla considere que Buss seja um diretor independente, as importantes assessorias Institutional Shareholder Services e Glass Lewis não o veem assim, porque ele atuou como diretor financeiro da SolarCity antes que a Tesla adquirisse a empresa em 2016.

Denholm é a diretora de operações da Telstra, a maior empresa de telecomunicações da Austrália. Rice, que lidera a Johnson Publishing, conhecida pela revista Ebony, é um dos dois mais novos diretores do conselho. Ela e James Rupert Murdoch, CEO da Twenty-First Century Fox, foram nomeados para o conselho pela Tesla em julho de 2017.

O comitê especial do conselho da Tesla contratou assessoria jurídica do escritório Latham & Watkins e pretende contar com um consultor financeiro independente para auxiliar na análise, segundo o comunicado. Em separado, a empresa contratou a assessoria jurídica de Wilson Sonsini Goodrich & Rosati.

Quer investir pagando apenas R$ 0,80 de corretagem? Clique aqui e abra sua conta na Clear.

 

 

Contato