Em mercados / acoes-e-indices

Dólar supera R$ 3,93 e bate máxima em mais de 2 anos; Ibovespa encerra sequência de 5 altas

Moeda norte-americana avançou puxada por exterior e mercado cauteloso com cenário de menor liquidez nos próximos dias

SÃO PAULO - Depois de esboçar subir por duas vezes, o Ibovespa se fixou no campo negativo na tarde desta quinta-feira (5) se decolando das altas vistas em Wall Street e encerrando assim uma sequência de cinco ganhos consecutivos. No exterior, atenção para a ata do Fomc, divulgada hoje e com uma sinalização mista ao mercado.

O benchmark da bolsa brasileira fechou com perdas de 0,27%, aos 74.541 pontos, com o volume financeiro atingindo R$ 8,736 bilhões. O dólar por sua vez, teve alta de 0,55%, cotado a R$ 3,9344 na venda - maior patamar desde 1 de março de 2016 -, seguindo o cenário externo e também com investidores se precavendo para os próximos dias de baixa liquidez, com uma sexta de jogo do Brasil na Copa do Mundo, feriado na segunda-feira e chance de novo jogo na terça-feira.

Três semanas após elevar a taxa de juros dos Estados Unidos para o intervalo entre 1,75% e 2% ao ano, o Federal Reserve intensificou o tom de preocupação com a escalada nas disputas comerciais protagonizadas pelo país. A ata referente ao encontro de junho mostrou que alguns membros da autoridade observaram uma agudização nos riscos advindos da política comercial. Apesar disso, eles mantiveram perspectiva para manutenção da gradual política de elevação nos juros locais, em função da percepção positiva para a economia.

No documento o comitê cita os ganhos do mercado de trabalho e o crescimento econômico norte-americano como principais elementos a incentivaram uma normalização da política monetária. Embora chamem atenção para os riscos no plano comercial, os membros avaliaram como positivos para a economia os efeitos de políticas de corte de impostos e avanços no mercado de trabalho.

Para o economista-chefe da Infinity Asset, Jason Vieira, a leitura da ata traz conclusões diversas sobre os próximos passos a serem tomados pelo Fomc (Federal Open Market Committee), com a atividade econômica sustentando um total de quatro altas de juros para 2018, ao passo que a inflação dá espaço acomodatício para um total de três elevações no período. "O Fed não sinaliza exatamente quais opções serão tomadas, porém acreditamos que a tendência é que as quatro elevações no ano prevaleçam", conclui o especialista.

Ainda nos EUA, pela manhã foi divulgado o ADP Employment de junho, que decepcionou ao apontar a criação de 177 mil vagas de emprego, enquanto o mercado projetava a criação de 190 mil vagas no setor privado. Logo mais, ao meio-dia, serão divulgados os dados de estoque de petróleo, com estimativa de queda de 5,17 milhões de barris.

Resistência fazendo a diferença

Com um dos menores volumes no ano, o Ibovespa cravou a 5ª alta consecutiva no pregão passado e consolidou o rompimento da média móvel de 21 dias, oficialmente anulando seu viés de baixa no curtíssimo prazo. Contudo, como explicado no Relatório InfoTrade desta quinta-feira, a compra contra a tendência de baixa de curto prazo foi dada ao superar o Triângulo (linhas verdes) na faixa de 72 mil pontos e agora o índice está diante do último fundo perdido em 75.340 pontos.

Portanto, no atual nível, não há grande upside para o mercado, ainda mais que no curto prazo estamos em uma tendência de baixa. Ou seja, a maior probabilidade é por uma queda nos próximos dias e novas compras devem ser realizadas com o índice retornando para 71.780 pontos. Contrariando a expectativa, o que corresponde superar 75.340 pontos, caminho aberto para 77 mil pontos.

5ibov

Destaques do mercado

Do lado positivo, as ações da Ecorodovias e Localiza subiram após serem elevadas para compra pelo Bradesco BBI e HSBC, respectivamente. Do lado negativo, destaque para os papéis da Embraer, que desabaram mesmo após anunciada a joint venture com a Boeing.

O valor atribuído ao novo negócio de aviação comercial foi de US$ 4,75 bilhões o que, de acordo com análise do Safra, indica subavaliação de unidades da Embraer. Contudo, vale destacar que a Embraer engatou um movimento de forte alta nas últimas sessões em meio à expectativa pelo acordo: na véspera, os papéis chegaram a subir quase 4%. Confira todos os destaques de ações clicando aqui.

Leia mais:
Por que a ação da Embraer despencou se o acordo com a Boeing é uma boa notícia?
O que fazer com as ações da Embraer após a queda de 14% neste pregão?

As maiores baixas, dentre as ações que compõem o Índice Bovespa, foram:

 Cód. Ativo Cot R$ % Dia % Ano Vol1
 EMBR3 EMBRAER ON EJ 23,10 -14,29 +16,06 531,80M
 ELET3 ELETROBRAS ON 14,45 -8,60 -25,28 127,61M
 ELET6 ELETROBRAS PNB 16,80 -6,15 -25,99 75,83M
 MGLU3 MAGAZ LUIZA ON 120,00 -3,50 +50,00 167,33M
 PETR4 PETROBRAS PN N2 17,86 -3,20 +11,15 1,37B

As maiores altas, dentre os papéis que compõem o Índice Bovespa, foram:

 Cód. Ativo Cot R$ % Dia % Ano Vol1
 ECOR3 ECORODOVIAS ON 7,95 +6,00 -32,85 77,06M
 GOAU4 GERDAU MET PN 6,84 +4,11 +18,74 89,13M
 GGBR4 GERDAU PN 15,16 +3,98 +23,26 277,75M
 BRFS3 BRF SA ON 21,45 +3,62 -41,39 144,25M
 VALE3 VALE ON 49,70 +3,48 +24,85 598,42M

As ações mais negociadas, dentre as que compõem o índice Bovespa, foram:

 Código Ativo Cot R$ Var % Vol1 Vol 30d1 Neg 
 PETR4 PETROBRAS PN N2 17,86 -3,20 1,37B 1,14B 66.503 
 VALE3 VALE ON 49,70 +3,48 598,42M 891,87M 23.404 
 EMBR3 EMBRAER ON EJ 23,10 -14,29 531,80M 88,45M 43.600 
 ITUB4 ITAUUNIBANCOPN ED 41,70 -0,64 404,67M 615,02M 18.451 
 BBDC4 BRADESCO PN EJ 28,09 -0,21 361,63M 419,14M 24.055 
 BBAS3 BRASIL ON 29,79 -2,33 283,51M 372,13M 22.856 
 GGBR4 GERDAU PN 15,16 +3,98 277,75M 171,06M 35.510 
 PETR3 PETROBRAS ON N2 20,09 -2,99 267,10M 267,72M 22.662 
 ABEV3 AMBEV S/A ON 18,40 +1,66 210,89M 301,88M 18.827 
 MGLU3 MAGAZ LUIZA ON 120,00 -3,50 167,33M 249,56M 5.959 

* - Lote de mil ações
1 - Em reais (K - Mil | M - Milhão | B - Bilhão)
IBOVESPA

Verde Asset aumenta posição em Bolsa

Em relatório para comentar o resultado do mês de junho, a equipe da Verde Asset, gerida por Luis Stuhlberger, decidiu elevar ligeiramente sua participação em Bolsa, a fim de aproveitar a derrocada dos preços entre maio e junho, assim como reduziu em 5% sua alocação comprada em dólar.

De acordo com a carta publicada pelo fundo de investimento, o aumento em Bolsa foi focado em ações que estavam com preços atrativos e em setores ligados à economia doméstica, enquanto a redução da posição na moeda norte-americana foi por acreditar que os preços atuais já não justificam a alocação anterior. Do outro lado, as posições em juros e no mercado global não sofreram modificações - veja mais clicando aqui.

Notícias do dia

A quinta-feira começa movimentada com mais uma operação da Polícia Federal, a Registro Espúrio,  que apura supostas fraudes em registros sindicais.  Ministro do trabalho, Helton Yomura, foi afastado do cargo nesta quinta-feira (5) pelo STF (Supremo Tribunal Federal) no âmbito da Operação, que também cumpre mandado de busca e apreensão no gabinete do deputado federal Nelson Marquezelli (PTB-SP). 

De acordo com a PF, a terceira fase da Operação tem como objetivo de “aprofundar as investigações a respeito de organização criminosa que atua na concessão fraudulenta de registros sindicais junto ao Ministério do Trabalho.”

O noticiário eleitoral também segue movimentado, com a coluna Painel, da Folha, destacando que integrantes de partidos do centrão foram sondados por emedebistas sobre as chances de a aversão do grupo ao PSDB mudar com a troca de Geraldo Alckmin por João Doria no posto de presidenciável. Contudo, a tese foi rejeitada.  Aliados de Michel Temer dizem que o presidente, que esteve recentemente com Doria e com Fernando Henrique Cardoso, não deu aval ao movimento. Já em jantar com Alckmin, os dirigentes  do bloco formado por DEM, PP, PRB, Solidariedade e PSC indicaram que estão mais inclinados a apoiar Ciro Gomes (PDT) na campanha eleitoral, informa o Estadão.

Apesar das dificuldades, o Valor noticia que o tucano acredita em uma "arrancada fulminante" nos últimos 30 dias do horário eleitoral gratuito, quando ele espera que prevaleça uma "onda de racionalidade". Confiança também é expressada por Jair Bolsonaro, que afirmou a empresários, segundo o Estadão: "não vai ter segundo turno". 

Quer investir em ações pagando só R$ 0,80 de corretagem? Clique aqui e abra sua conta na Clear

 

Contato