Em mercados / acoes-e-indices

Papa Francisco faz call apocalíptico e alerta para "bomba-relógio" que pode devastar o mercado

Em nota emitida pelo Vaticano, papa mostra que entende de mercado financeiro e faz críticas na mesma linha de Warren Buffett

papa Francisco
(Tony Gentile/Reuters)

SÃO PAULO - Grande crítico do capitalismo descontrolado, o papa Francisco mostrou que entende de mercado financeiro, divulgando uma nota oficial pelo Vaticano em que faz um grande alerta, chamando o mercado de derivativos de "bomba-relógio" que pode afetar o mundo todo.

"O mercado de CDS, logo após a crise financeira de 2007, era grande o suficiente para representar quase o equivalente ao PIB do mundo inteiro. A disseminação de tal tipo de contrato sem os devidos limites tem encorajado o crescimento de finanças da sorte de apostas na falha de outros, o que é inaceitável de um ponto de vista ético", diz a nota.

A proliferação de derivativos não regulamentados é a culpada por detonar o sistema financeiro global há uma década. O papa acredita que o mercado não aprendeu a lição. CDS, ou Credit Default Swaps, são instrumentos complexos, mas que, em resumo, são seguros contra a inadimplência, ajudando a definir o grau de risco de um ativo.

"[A crise financeira] poderia ??ter proporcionado a oportunidade de desenvolver uma nova economia, mais atenta aos princípios éticos, e uma nova regulação das atividades financeiras que neutralizaria tendências predatórias e especulativas", disse o papa completando que Wall Street voltou ao "egoísmo míope".

O Vaticano disse que em certas áreas dos mercados de derivativos há um “vazio ético que se agrava à medida que esses produtos são negociados nos chamados mercados com menos regulação (balcão) e estão mais expostos aos mercados regulados pelo acaso, se não por fraude, e assim tirar linhas vitais e investimentos para a economia real".

A avaliação feita hoje pelo papa segue os comentários feitos pelo megainvestidor Warren Buffett em 2003, que classificou os derivativos de "armas financeiras de destruição em massa". Na ocasião, Buffett também criticou a expansão sem controle deste mercado, assim como o Vaticano faz agora.

Quer fugir das "armadilhas" do mercado e investir melhor o seu dinheiro? Clique aqui e abra a sua conta na XP Investimentos

 

Contato