EXPERIMENTE!

Clique e experimente a
versão rápida do

Em mercados / acoes-e-indices

Estrangeiros vendem forte no "dia do pânico" e fluxo fica negativo pela primeira vez no ano

Contudo, no acumulado do ano, o saldo ainda está positivo em R$ 8,96 bilhões

Trader
(Shutterstock)

SÃO PAULO - Na última segunda-feira (5), dia em que o pânico tomou conta das bolsas pelo mundo, os "gringos" venderam R$ 600 milhões no mercado de ações, segundo dados publicados pela B3 nesta quarta-feira (7), marcando o segundo pregão consecutivo de retirada de recursos. Com a venda maciça, o fluxo ficou pela primeira vez negativo no ano.

Até a última segunda-feira, o saldo dos "gringos" em bolsa está negativo em R$ 585,3 milhões em fevereiro, com as compras em ações somando R$ 14,76 bilhões e as vendas atingindo R$ 15,34 bilhões. Contudo, no acumulado do ano, o saldo ainda está positivo em R$ 8,96 bilhões. Com 47% de participação nas negociações na bolsa brasileira, acompanhar as movimentações dos estrangeiros sempre foi um bom indicativo sobre a tendência do Ibovespa, tendo em vista que cerca de metade de todas as transações efetuadas partem desses investidores.

No mesmo ritmo, os investidores institucionais acumulam até o dia 5 de fevereiro fluxo negativo de R$ 20 milhões, com vendas de R$ 15,34 bilhões e compras atingindo R$ 14,76 bilhões. Na contrapartida, o segmento pessoa física registra saldo positivo de R$ 588 milhões, com as posições vendidas de ações somando R$ 5,81 bilhões, enquanto as compradas em R$ 6,40 bilhões. Vale lembrar que o saldo divulgado pela B3 tem atraso de 2 dias.

Clear oferece a menor corretagem do Brasil; Clique aqui e abra sua conta

Contato