Em mercados / acoes-e-indices

Banco projeta Ibovespa aos 90.000 pontos em 2018 e elege 5 ações para "surfar" esse movimento

Analistas preveem candidato pró-mercado para o ano que vem

Recomendação de compra
(Shutterstock)

SÃO PAULO - Já de olho na corrida presidencial e antevendo um governo pró-mercado para 2018, o time de estratégia do Santander projeta que o Ibovespa deverá alcançar a faixa de 90.000 pontos no ano que vem, o que representa um potencial de valorização de 18% considerando o último fechamento do mercado.

De acordo com os analistas, existe uma probabilidade acima da média que o presidente de 2018 seja com viés pró-mercado, ou seja, alinhado com a agenda de reformas e na contenção dos gastos públicos, não comprometendo as metas fiscais dos próximos anos. A última pesquisa Datafolha (veja mais aqui) apontou que a disputa está entre Lula (PT), João Doria (PSDB), Geraldo Alckmin (PSDB), Jair Bolsonaro (PSC) e Marina Silva (Rede), com o petista liderando em todos os cenários.

Na avaliação do Santander, o próximo presidente deve aprovar a Reforma Previdência logo depois de assumir o cargo, o que justifica o otimismo para o ano que vem. Entre os setores que mais devem se beneficiar do movimento, o time de estratégia destaca: consumo e varejo, financeiro, saneamento e energia, industriais e agronegócio.

Top picks
Entre as ações que fazem parte da cobertura, os analistas elegeram como top picks os papéis de Lojas Americanas (LAME4), Itaú Unibanco (ITUB4), Equatorial (EQTL3), Petrobras (PETR3; PETR4) e Iochpe-Maxion (MYPK3).

 

Contato