Em mercados / acoes-e-indices

Luiz Barsi conta como lucrou na bolsa durante a crise de 2008

O megainvestidor conta teve a "sorte grande" de comprar uma das únicas ações que subiram em meio à crise que levou o Ibovespa para uma queda de 41% naquele ano

Luiz Barsi
(Rodrigo Paiva)

SÃO PAULO - O megainvestidor Luiz Barsi abriu o jogo em mais das cartas semanais divulgadas pela Suno Research e contou como conseguiu lucrar na bolsa durante a crise de 2008, que provocou a queda de 41,22% do Ibovespa naquele ano. No pior momento de 2008, o índice chegou a atingir os 29.435 pontos - a mínima desde 2005 -, mas encerrou o ano aos 37.550 pontos, ou cerca de 40% abaixo do patamar atual de 64.335 pontos. 

"Eu tive uma sorte tão grande, mas tão grande, que o único papel que subiu eu tinha, a Nossa Caixa [banco que foi extinto oficialmente em 2009]", conta Barsi em carta divulgada pela Suno Research (acesse aqui o documento na íntegra).

Ele lembra que o "insight" para comprar essa ação veio de um convite para um torneio de tênis na Costa do Sauípe, na Bahia. O então presidente do Banco do Brasil (BBAS3) fez um pronunciamento no evento que o foco do banco era ter todos os funcionários públicos como clientes. Como ele conseguiria fazer isso? Por meio da compra de bancos regionais que pertenciam aos Estados, como o extinto Nossa Caixa, que possuía ação na bolsa, deduziu o megainvestidor.

Com esse pensamento, Barsi comprou 1,5 milhão de ações da Nossa Caixa na época, no valor próximo a R$ 22, que correspondiam a 1,5% do banco. Quando o BB anunciou a compra do Nossa Caixa, a ação do extinto banco saltou para R$ 60,00 e Barsi viu oportunidade para vender parte das suas ações. 

Em uma primeira etapa, ele vendeu 500 mil ações da Nossa Caixa, a R$ 60,00, ganhando 185% com a operação ou R$ 19 milhões. Com esse dinheiro, ele comprou ações do BB, que na época valiam R$ 11,00. Atualmente, esses papéis são negociados a R$ 32,20, uma valorização de quase 200%.  

A outra parcela das ações que ele detinha foram vendidas na OPA (Oferta Pública de Aquisição) do Nossa Caixa, com o BB pagando R$ 74,00 por papel e fazendo com que Barsi embolsasse um lucro de R$ 52 milhões com a operação. Somando-se aos R$ 19 milhões gerados na primeira venda, o investimento em Nossa Caixa rendeu um total de R$ 71 milhões, conta o megainvestidor.  

 

Contato