Em mercados / acoes-e-indices

"De jeito nenhum 2016 é o fim do movimento de alta da Bolsa", diz Guilherme Affonso Ferreira

Um dos maiores investidores da Bolsa brasileira e representante dos minoritários na Petrobras, Ferreira explicou por que está otimista com o mercado brasileiro e falou sobre a estatal, a Gafisa e o Partido Novo; confira

SÃO PAULO - A alta de 2016 do Ibovespa não deve ter sido "fogo de palha": para um dos maiores investidores pessoa física do Brasil, o mercado brasileiro está num caminho virtuoso e que vai durar bastante tempo. "De jeito nenhum esse movimento de 2016 é o fim do movimento de alta da Bolsa", disse ao InfoMoney Guilherme Affonso Ferreira, sócio da Teorema Gestão de Ativos, em entrevista ao InfoMoney Fora da Curva

Com histórias marcantes de sucesso com investimentos - principalmente com as ações ordinárias do Unibanco -, Ferreira também é conhecido atualmente como um dos principais representantes dos minoritários da Petrobras. Durante a entrevista, ele conta um pouco sobre a situação da estatal, fala também de Gafisa e da sua amizade com o fundador do Partido Novo, João Dionísio (veja o roteiro da entrevista abaixo do vídeo).

InfoMoney Fora da Curva é um projeto de entrevistas do InfoMoney com os participantes do livro Fora da Curva. A partir do dia 5 de dezembro, uma nova entrevista será divulgada diariamente, e todas elas ficarão disponibilizadas na página especial do projeto (clique aqui para acessá-la).

Confira abaixo a entrevista com Guilherme Affonso Ferreira e o instante em que cada pergunta foi respondida:

Perguntas respondidas no vídeo:

1) 0:53 - Como adquirir essa postura de agir "contra a corrente" do mercado?

2) 4:06 - Como é o processo de formação da "lista de desejos" que vocês montam para cada investimento que realizam?

3) 7:00 - Com quantas ações vocês costumam trabalhar em carteira?

4) 8:24 - Para quem não pegou a alta da Bolsa em 2016, vale a pena entrar agora?

5) 10:22 - O que mudou na gestão da Petrobras de 2015 (quando você falou dela no livro) pra cá?

6) 12:58 - O que a Petrobras ganha sendo gerida por Pedro Parente?

7) 14:35 - O que é o "investimento de impacto"?

8) 18:10 - A Gafisa vai "chegar para a festa" na Bolsa?

9) 20:29 - Qual a sua opinião sobre o trabalho de analistas de investimentos?

10) 23:00 - Conte um pouco da sua convivência com João Dionísio, fundador do Partido Novo

11) 24:56 - O que aprendemos com o ciclo de queda da Bolsa entre 2008 e 2015 para que a gente possa reter os investidores que estão chegando no mercado?

Para ver as outras entrevistas do InfoMoney Fora da Curva, clique aqui.

 

Contato