Em mercados / acoes-e-indices

Petróleo, realização e fracasso de Temer na Câmara derrubam Ibovespa; dólar cai

Mercado opera em baixa, com aprovação do parecer do impeachment tendo um gosto amargo após concessões na área fiscal

Trader
(Bloomberg)

SÃO PAULO - O Ibovespa opera em queda nesta quarta-feira (10) com a conclusão da fase de pronúncia do processo de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff no Senado tendo um gosto amargo após a derrota do governo Temer na Câmara dos Deputados. Lá, a renegociação das dívidas dos estados foi aprovada, mas por 282 votos contra 140, placar insuficiente para aprovar uma PEC (Proposta de Emenda à Constituição), por exemplo.

Isso mesmo após o recuo do Planalto, que aceitou a emenda supressiva apresentada pelo deputado Rogério Rosso (PSD-DF), que retirou da proposta a proibição da concessão de reajuste aos servidores estaduais por dois anos, contrariando o que o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, havia pregado em discurso ontem.  

Analistas também citam uma realização frente aos ganhos das últimas semanas e a queda do petróleo após os estoques como explicações para a piora no desempenho da Bolsa à tarde.

Às 14h08 (horário de Brasília), o benchmark da bolsa brasileira caía 1,64%, a 56.742 pontos. Já o dólar comercial recua 0,12% a R$ 3,1374 na venda, enquanto o dólar futuro para setembro cai 0,43% a R$ 3,157. No mercado de juros futuros, o DI para janeiro de 2018 sobe 5 pontos-base a 12,71% após o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) avançar 0,52% em julho, acima do esperado pelo mercado. O DI para janeiro de 2022 tem alta de 5 pontos-base a 11,88%. 

De acordo com Luiz Felipe Mello, analista da Appia, o que ocorre hoje é muito mais uma realização do que qualquer outra coisa. "Pode cair mais um pouco, mas o Ibovespa não perdeu a tendência de alta. Obviamente essa votação da renegociação das dívidas dos estados não ajudou, mas é uma parte técnica que predomina no pregão nesta quarta", afirma.

Já segundo Cassiano Leme, gestor da Constância Asset, os fatores externos pesam nesta sessão. "O petróleo e um dado frustrante da produtividade nos Estados Unidos foram os estopins para esta realização. São dois dados que pioram as perspectivas de crescimento econômica global", afirma. Na sua avaliação, a prova do peso que isso tem na Bolsa é a baixa mais forte nas blue chips ligadas a commodities. "Isso é um clássico indicador de preocupação com o crescimento da economia global", avalia o gestor. 

Lá fora, as bolsas caem após dados piores que os esperados da produção industrial francesa e também seguindo as fortes perdas do petróleo, que recua 1,71% a US$ 44,21 o contrato futuro do barril do Brent. Ainda falando em commodities, o minério de ferro spot com 62% de pureza e entrega no porto de Qingdao teve baixa de 1,59% a US$ 60,58 a tonelada seca. 

Votações no Congresso
Por 59 votos a 21 o plenário do Senado aprovou o relatório do senador Antonio Anastasia (PSDB-MG) que julga procedente a denúncia contra a presidente afastada Dilma Rousseff por crime de responsabilidade. Dilma agora vai a julgamento final pelo plenário do Senado. O resultado da votação foi bastante próximo do esperado pelo governo do presidente interino Michel Temer. Integrantes do governo avaliavam que o governo teria cerca de 60 votos favoráveis pela admissão da pronúncia. Após a aprovação do texto, os senadores votaram três destaques propostos pelos senadores da oposição. O primeiro queria a retirada da denúncia da imputação de crime de responsabilidade por repasses não realizados ou realizados com atrasos pelo Tesouro Nacional ao Banco do Brasil, relativos à equalização de taxas de juros referentes ao Plano Safra, no exercício de 2015. O texto de Anastasia foi mantido por 58 votos a 22. Os outros dois destaques estavam relacionados a decretos de créditos suplementares sem autorização do Congresso Nacional; o primeiro no valor de R$ 29,9 bilhões e o segundo de R$ 600 milhões. Os dois destaques foram rejeitados. O primeiro também por 58 a 22 e o segundo por 59 a 21.

Já na Câmara dos Deputados, o governo Temer cede no congelamento de salários para aprovar alongamento das dívidas estaduais. O texto-base do projeto de renegociação das dívidas dos estados e do DF com a União foi aprovado na madrugada de hoje alongando o pagamento por até 20 anos se eles cumprirem medidas de restrição fiscal, de acordo com uma emenda substitutiva do relator, deputado Esperidião Amin (PP-SC). Uma das exigências é que os gastos primários das unidades federadas não ultrapassem o realizado no ano anterior, acrescido da variação da inflação medida pelo IPCA, ou outro índice que venha a substituí-lo nos dois exercícios seguintes à assinatura da renegociação.

IPCA
O IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) avançou 0,52% em julho, frente à alta de 0,35% no período anterior, informou o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) nesta quarta-feira. Em 12 meses, o avanço da inflação foi de 8,74% contra os 8,84% registrados no período anterior. A mediana das expectativas dos economistas projetava avanço de 0,45% no período analisado. Para o acumulado em 12 meses, a expectativa da mediana dos analistas era de um avanço nos preços em torno de 8,66%.

Ações em destaque
As ações da Petrobras (PETR3, R$ 13,20, -3,51%; PETR4, R$ 11,67, -1,77%), viram para queda, junto com a virada brusca nos preços do petróleo. O barril do WTI (West Texas Intermediate) cai 1,96% a US$ 41,93, ao mesmo tempo em que o barril do Brent tinha perdas de 1,71% a US$ 44,21. Essa virada ocorreu após a alta inesperada de 1,055 milhão de barris nos estoques de petróleo em Cushing, Ocklahoma (EUA), segundo dados da EIA (Energy Information Administration). A expectativa mediana dos economistas era de queda de 1,34 milhão de barris. 

Ainda no radar da nossa estatal petrolífera, amanhã, depois do pregão, a Petrobras divulga o seu balanço do segundo trimestre de 2016. 

As maiores baixas dentre as ações que compõem o Ibovespa são:

Cód. Ativo Cot R$ % Dia
 CYRE3 CYRELA REALTON 10,55 -4,78
 CSNA3 SID NACIONALON 10,50 -4,02
 VALE3 VALE ON 18,28 -3,74
 PETR3 PETROBRAS ON 13,20 -3,51
 BRML3 BR MALLS PARON 13,60 -3,13

 

 

Dentro do setor mais pesado no Ibovespa, o financeiro, bancos grandes caem. Itaú Unibanco (ITUB4, R$ 34,46, -1,74%), Bradesco (BBDC3, R$ 28,94, -3,11%; BBDC4, R$ 27,95, -2,71%) e Banco do Brasil (BBAS3, R$ 20,96, -2,06%) recuam. Juntas, as quatro ações respondem por pouco mais de 23% da participação na carteira teórica do nosso benchmark.

Já a Vale (VALE3, R$ 18,29, -3,69%; VALE5, R$ 15,55, -2,75%) vai na contramão e cai prejudicada pela queda do minério de ferro. A commodity spot com 62% de pureza e entrega no porto de Qingdao teve baixa de 1,59% a US$ 60,58.

As maiores altas dentre as ações que compõem o Ibovespa são:

Cód.AtivoCot R$% Dia
 GGBR4 GERDAU PN 8,61 +3,24
 SMLE3 SMILES ON 51,32 +2,54
 QUAL3 QUALICORP ON 21,33 +2,45
 GOAU4 GERDAU MET PN 3,05 +2,35
 SUZB5 SUZANO PAPELPNA 9,69 +1,68

 

Por outro lado, as ações da Gerdau (GGBR4, R$ 8,60, +3,12%), disparam entre balanço do 2° trimestre e anúncio de recompra de ações de até 10 milhões de ações no prazo de um mês. Acompanham o movimento os papéis da holding Metalúrgica Gerdau (GOAU4, R$ 3,05, +2,35%). 

Sobre a recompra, o Credit Suisse comentou que, embora a quantidade não seja muito significativa (representa apenas 1,13% das ações em circulação em mercado da companhia), a decisão é um bom indicador de que a gestão da empresa acredita que a ação esteja barata nos preços atuais. Os analistas do banco comentaram ainda que pareceu prudente a companhia não ter sido tão agressiva na recompra, dado seu nível de alavancagem de 4 vezes a dívida líquida/Ebitda. Eles lembraram que a ação segue como sua top pick do setor de siderurgia na América Latina.O prazo da recompra é de um mês, ou seja, até 12 de setembro. As operações serão intermediadas pelas corretoras do Itaú Unibanco, Bradesco e Merryll Lynch. Vale mencionar que na manhã da próxima quarta-feira a siderúrgica irá reportar seu balanço do 2° trimestre. 

Especial InfoMoney
Nesta quarta-feira destaque para a entrevista com o presidente da Senior Solution, Bernardo Gomes. A companhia, que disparou 80% desde o dia 27 de junho pode nem estar em seu melhor momento ainda. Segundo o executivo, diante da crise, as melhores oportunidades de aquisições ainda podem estar para surgir. "Somos uma empresa capitalizada, sem medo de fazer aquisições", afirma Gomes. Para conferir a matéria completa, clique aqui.

Cenário externo
O dia é de queda para as bolsas mundiais, em um dia de baixa para as commodities e após os dados piores do que o esperado da produção industrial da França. As bolsas chinesas fecharam com perdas, com as ações do setor imobiliário em queda conforme os investidores realizaram lucros após seis dias de ganhos. Já o petróleo tem segunda baixa com alta dos estoques atribuída à API e produção recorde que teria sido alcançada pela Arábia Saudita em julho.

Enquanto isso, ativos relacionados ao Brasil no exterior recuam e sinalizam que ações locais podem enfrentar resistência para novos ganhos mesmo após Senado aprovar aceitação do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, informa a Bloomberg. Lyxor ETF Brasil cai 1,9% em Paris, após alta acumulada de 71% no ano; o volume negociado é 651% maior que a média dos últimos 20 pregões. O fundo de ações brasileiras em Tóquio recua 0,7%. Já o CDS de 5 anos estável em 265 pontos-base, após 6 quedas.

 

Contato