Em mercados / acoes-e-indices

Even fica de fora do Ibovespa,mostra 2ª prévia; demais alterações são mantidas

Saídas de PDG e Light e entrada de Smiles são mantidas, mostra 2ª prévia do Ibovespa

Compra e venda
(Shutterstock)

SÃO PAULO - O Ibovespa divulgou, nesta quinta-feira (16), a segunda prévia da nova carteira teórica que valerá para o primeiro quadrimestre de 2015. As mudanças ficam na mesma linha da primeira leitura, realizada no dia 1º deste mês, com exceção da Even (EVEN3), que ficou de fora; Saídas de PDG e Light e entrada de Smiles são mantidas na 2ª prévia do Ibovespa. A última prévia será divulgada no dia 30 de abril e as mudanças entrarão em vigor no dia 4 de maio.

A Smiles tem, por esta segunda leitura, uma participação de 0,334% na carteira do Ibovespa, levemente inferior aos 0,338% da leitura anterior. Com isso, a empresa passa a ter um peso maior no benchmark do que sua companhia "mãe", a Gol (GOLL4), que passa a valer 0,098% nesta prévia. Entre as empresas que perderam peso está a Ambev (ABEV3), que saiu de uma participação de 7,856% para 7,325% na primeira prévia, mas que tiveram uma pequena elevação para 7,414% agora.

Já entre as que ganharam encontra-se a Embraer (EMBR3), que saiu de 1,755% para 1,980% e agora está em 1,947%.

Por que olhar as mudanças do Ibovespa?
As mudanças promovidas tanto no Ibovespa quanto nos IBrX-100 e 50 podem resultar em fortes movimentos de alta no preço destas ações que entraram nos índices ou de queda nos papéis que saíram das carteiras teóricas. Isso ocorre pelo alto montante de capital aplicado em fundos de investimentos que possuem como objetivo acompanhar ou superar estes benchmarks do mercado. Segundo dados da Anbima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais), havia até o dia 10 de abril um total de R$ 15,449 bilhões distribuídos nos patrimônios de fundos Ibovespa Ativo (cujo objetivo é superar a performance do índice) e Ibovespa Passivo (objetivo de acompanhar o índice). 

 

Contato