Em mercados / acoes-e-indices

As 9 ações que devem agitar a abertura do pregão desta segunda-feira

Nos destaques, a presidente da Petrobras poderá ser convocada a prestar depoimento aos investigadores da Lava Jato; pela quarta semana seguida os papéis da estatal têm queda na Bolsa

SÃO PAULO - Com a agenda corporativa repleta de notícias, 9 ações devem movimentar a abertura do pregão desta segunda-feira (22). Entre os destaques, a presidente da Petrobras (PETR3; PETR4), Maria das Graças Foster, poderá ser convocada a prestar depoimento aos investigadores da força-tarefa da operação Lava-Jato, da Polícia Federal, que apura conluio entre empreiteiras, políticos e funcionários da estatal para desviar bilhões de reais da companhia.

Em entrevista ao programa Fantástico, da Rede Globo, a ex-gerente da Petrobras Venina Velosa da Fonseca disse ter informado pessoalmente à presidente da estatal Graça Foster sobre as irregularidades em diversos contratos da companhia. Venina disse ter percebido as irregularidades em 2008 e que, desde então, reportou problemas aos superiores, entre eles o gerente-executivo, diretores e a atual presidente. A ex-gerente enviou os documentos com as denúncias ao Ministério Público.

Oi e TIM
Segundo o jornal italiano Il Sole 24, a diretoria da Telecom Italia, dona da TIM (TIMP3), se reunirá com a Oi (OIBR4) após 12 de janeiro.

Sobre a Oi, acionistas da operadora aprovaram grupamento de totalidade das ações ordinárias e preferenciais, na proporção de 10 para 1, de forma que cada lote de dez ações de cada espécie seja agrupado em uma única ação da mesma espécie. Com o grupamento, o capital social da Oi passará a ser representado por 858.472.010 ações, sendo 286.155.319 ações ordinárias e 572.316.691 ações preferenciais. Transcorrido o prazo estabelecido para o ajuste das posições por parte dos acionistas, ou seja, a partir de hoje, as ações representativas do capital social da companhia passarão a ser negociadas exclusivamente grupadas na proporção resultante do grupamento das ações.

BR Properties
A BR Properties (BRPR3) teve sua recomendação elevada pelo Goldman Sachs. O banco de investimentos revisou para neutra a classificação das ações da companhia.

Multiplus
A Multiplus (MPLU3) teve sua cobertura iniciada pelo Banco Fator com overweight (desempenho acima da média).

Smiles
A Smiles (SMLE3) teve sua recomendação iniciada pelo Banco Fator. A corretora atribuiu classificação underweight (desempenho abaixo da média) para os papéis.  

Biosev
A BM&FBovespa postergou o prazo para que a Biosev (BSEV3) recomponha sua fatia de ações em circulação no mercado. A companhia tem agora até 4 de março para alcançar 25% do seu capital em ações em circulação no mercado.  

OSX
A Justiça do Rio de Janeiro homologou planos de três empresas do grupo OSX (OSXB3), informou o Valor. A juíza Romanzza Roberta Neme, da 3ª Vara Empresarial do Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ), onde tramita o processo da OSX, decidiu sobre a homologação na sexta-feira, dois dias depois de os planos de recuperação judicial da OSX Brasil, da OSX Construção Naval e da OSX Serviços terem sido aprovados por larga maioria em assembleia geral de credores. 

 

Contato