Em mercados / acoes-e-indices

Lucro da Sabesp cai 22,8% e HRT vê prejuízo subir 8 vezes em 2013; veja mais 5 balanços

Brasil Insurance tem lucro líquido de R$ 14 mi no trimestre e Celesc reverte prejuízo e lucra R$ 198 milhões

Sabesp 18 - Projeto Tiete - Operários
(Divulgação Sabesp)

SÃO PAULO - Em sua reta final, diversas companhias divulgaram resultados do quarto trimestre entre a última sexta-feira e esta segunda-feira. A companhia de abastecimento de São Paulo Sabesp (SBSP3) registrou uma queda de 22,8% em seu lucro líquido no quarto trimestre sobre igual período de 2012. A empresa teve lucro líquido de R$ 590,7 milhões nos últimos três meses de 2013, ante R$ 765,4 milhões de reais em igual etapa do ano anterior.

Inicialmente, a Sabesp havia divulgado apenas os dados do acumulado de 2013, indicando que teve lucro líquido de R$ 1,923 bilhão em 2013, frente a R$ 1,911 bilhão um ano antes, com aumento do volume faturado e reajustes tarifários.

A geração de caixa media pelo Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado no quarto trimestre somou R$ 1,131 bilhão, alta de 11,4% na comparação anual, enquanto a margem Ebitda ajustada passou de 34,2% para 36,5%.

A receita operacional líquida subiu 4,3% no trimestre, para R$ 3,1 bilhão. Já o volume faturado teve aumento de 3,5% ante o quarto trimestre de 2012.

A Sabesp informou ainda que pretende investir R$ 12,8 bilhões para o período de 2014 a 2018, sendo R$ 3,9 bilhões em água e R$ 6,3 bilhões em esgoto.

HRT vê prejuízo subir oito vezes
A HRT Participações em Petróleo (HRTP3) teve um prejuízo líquido de R$ 2,237 bilhões em 2013, cerca de oito vezes o prejuízo líquido de R$ 277,566 milhões de 2012.  O resultado líquido considerado é o atribuível aos sócios da empresa controladora.

Já a receita líquida da HRT foi de R$ 4,395 milhões em 2013, com queda de 34,8% frente os R$ 6,746 milhões de 2012. O custo de vendas em 2013 somou R$ 2,267 milhões, ante R$ 3,123 milhões em 2012, 27,4%  menor.

Enquanto isso, o lucro bruto da empresa em 2013 foi de R$ 2,128 milhões, queda de 41,2% frente os R$ 3,623 milhões no ano anterior. Já as despesas operacionais da HRT subiram 539,3% em 2013, para R$ 2,607 bilhões, frente despesas operacionais de R$ 407,807 milhões do ano anterior.

O prejuízo operacional subiu 544,5%, para R$ 2,605 bilhões, ante R$ 404,184 milhões do ano anterior. Já a receita financeira líquida obtida caiu 65,1% em 2013, para R$ 44,066 milhões.

Brasil Insurance tem lucro líquido de R$ 14 mi no trimestre
A Brasil Insurance (BRIN3) registrou um lucro líquido de R$ 14 milhões no quarto trimestre de 2013, uma queda de 58% na comparação com o mesmo período de 2012, sendo impactado por redução nas garantias financeiras, enquanto o lucro líquido ajustado atingiu R$ 21 milhões. 

No ano, o lucro líquido atingiu R$ 102 milhões, 7% inferior ao ano anterior, sendo impactado pela redução das garantias financeiras no valor de R$ 16 milhões. Já o lucro líquido ajustado pelas despesas não recorrentes e pela amortização de ativos intangíveis foi de R$ 114,0 milhões, 5% menor em comparação com 2012. 

A receita líquida cresceu 12,9%, atingindo R$ 257,8 milhões em 2013, sendo impactada pelo cancelamento de apólices de seguros que foram descontinuadas pelo segurado após a sua contratação, face a inexistência de necessidade da cobertura contratada. Parte desse impacto foi originado pelo redução da demanda contratada em segmentos com transporte e garantias.

Celesc reverte prejuízo e lucra R$ 198 mi
A Celesc (CLSC3) teve lucro líquido de R$ 198,874 milhões no ano, revertendo assim um prejuízo líquido de R$ 255,725 milhões em 2012. O resultado líquido considerado é o atribuível aos sócios da empresa controladora. Já a receita líquida somou R$ 4,872 bilhões em 2013, frente R$ 4,414 bilhões no ano anterior, 10,3% superior.

Já o custo de vendas em 2013 somou R$ 4,052 bilhões, alta de 1,24% frente os R$ 4 bilhões em 2012. O lucro bruto da empresa somou R$ 819,830 milhões no ano, alta de 98,8% frente os R$ 412,342 milhões no ano anterior, uma alta de 98,8%.

O lucro operacional da companhia no ano foi de R$ 145,027 milhões, revertendo o prejuízo operacional de R$ 504,797 milhões em 2012. Enquanto isso, as despesas operacionais da Celesc caítam 26,4%, para R$ 674,803 milhões em 2013.

A receita financeira líquida foi de R$ 151,284 milhões em 2013, uma expansão de 16,1% sobre a receita financeira líquida de R$ 130,220 milhões do ano anterior.

Forjas Taurus vê prejuízo subir 205,2%
A Forjas Taurus (FJTA3), por sua vez, registrou prejuízo consolidado de R$ 70,2 milhões no quarto trimestre de 2013, alta de 205,2% frente o prejuízo de R$ 23 milhões registrado no mesmo período de 2012. No ano, o prejuízo somou R$ 80,3 milhões, queda de 31,5% ante o ano anterior.

A receita líquida da companhia caiu 20,4% entre outubro e dezembro, para R$ 156,1 milhões enquanto que, no ano, houve aumento de 15,2% da receita, para R$ 807,3 milhões.

O Ebitda ajustado no trimestre foi negativo em R$ 12,6 milhões, revertendo assim um Ebitda positivo de R$ 11,6 milhões no quarto trimestre de 2012. Em 2013, o Ebitda atingiu R$ 100 milhões.

Wilson Sons tem baixa de 60,6% no lucro
A Wilson Sons (WSON33) fechou o trimestre com um lucro líquido de R$ 11,8 milhões, representando uma baixa de 60,6% ante o resultado positivo de R$ 29,9 milhões registrado em 2012, em meio às fortes oscilações cambiais, represendo perdas de US$ 30,2 milhões somente em 2013, em função da conversão dos ativos monetários líquidos em reais para o dólar. 

Também houve um impacto negativo de US$ 6,2 milhões no trimestre e de US$ 18,7 milhões no ano em função da dedução e depreciação dos ativos imobilizados pelo real. No ano, o lucro foi de R$ 44 milhões, queda de 14% frente os R$ 51,2 milhões de 2012.

Já a receita líquida subiu 12% no trimestre, passando de R$ 164,9 milhões para R$ 184,6 milhões enquanto que, em 2013, a alta do lucro foi de 8,2%, para R$ 660,1 milhões. O Ebitda subiu 28,4%, para R$ 52,5 milhões no trimestre, com margem Ebitda de 28,5%, alta de 3,6 pontos percentuais. No ano, a alta do Ebitda foi de 24,9%, para R$ 182,8 milhões, com alta de 3,7 pontos percentuais da margem no ano, para 27,7%. 

IdeiasNet: prejuízo no trimestre, mas lucro no ano
A IdeiasNet (IDNT3) registrou um prejuízo líquido antes de desinvestimentos de R$ 12,0 milhões no quarto trimestre de 2013, comparado a uma perda líquida de R$ 13,1 milhões em 2012, alta de 175,8%. Contudo, no ano, a companhia passou de um prejuízo de R$ 8,55 milhões para um lucro de R$ 43,157 milhões. 

Já a receita líquida do portfólio alcançou R$ 481 milhões no quarto trimestre, um aumento de 6,1% em relação ao mesmo período do ano anterior e R$ 1,6 bilhão em 2013, uma redução de 2,7% em comparação com 2012.

O Ebitda do portfólio resultou em R$ 800 mil, uma redução de 88,3% em relação a outubro e dezembro de 2012 e alcançou R$ 40,6 milhões em 2013, um aumento de 5,6% comparado a 2012. A margem Ebitda foi de 2,5% em 2013, comparada a 2,3% em 2012. 

O Ebitda do portfólio resultou em R$ 800 mil, uma redução de 88,3% em relação a outubro e dezembro de 2012 e alcançou R$ 40,6 milhões em 2013, um aumento de 5,6% comparado a 2012. A margem Ebitda foi de 2,5% em 2013, comparada a 2,3% em 2012. 

 

Contato