Em mercados / acoes-e-indices

Ibovespa oscila entre perdas e ganhos entre resultados e dados de inflação

Na sessão, destaque para dado do IPCA-15 registrando aceleração da inflação em fevereiro; Oi é destaque de alta e Lojas Renner sobe após resultado

ações-mercados-bolsa 2

SÃO PAULO - Após abrir em alta, o Ibovespa chegou a zerar os ganhos na sessão desta sexta-feira (21) e opera próximo à estabilidade. Após chegar a subir cerca de 0,5% na abertura e virar, o índice registrava, às 10h26 (horário de Brasília), leve alta de 0,03%, a 47.304 pontos, com dados de inflação e resultados de empresas do Ibovespa no radar, com destaque para a Gerdau (GGBR4), Cia Hering (HGTX3), Lojas Renner (LREN3) e Tractebel (TBLE3). 

A agenda econômica nos EUA desta data não tem muitas referências, com os investidores à espera da divulgação do Existing Home Sales, indicador que mede as vendas de imóveis usados nos EUA. Com isso, o destaque fica para o IPCA-15 (Índice de Preços ao Consumidor Amplo - 15) no Brasil, que acelerou alta para 0,70% em fevereiro ante 0,67% em janeiro. Ainda no cenário nacional, destaque mais uma vez para as falas do ministro da Fazenda, Guido Mantega, que fará teleconferência com analistas no final da manhã sobre o corte de orçamento de R$ 44 bilhões anunciado na véspera. 

No radar, destaque ainda para os dados trimestrais de quatro companhias do Ibovespa. A Gerdau registrou um lucro líquido de R$ 492 milhões, alta de 244,1% frente aos R$ 143 milhões registrados no mesmo período de 2012. No ano, o lucro também registrou alta, passando de R$ 1,49 bilhão para 1,69 bilhão, alta de 13,2%. A Tractebel Energia teve lucro líquido de R$ 286,3 milhões de reais no quarto trimestre, queda anual de 33,6%, afetada por maiores custos da energia de curto prazo.

Já a Cia Hering teve um lucro praticamente em linha, de R$ 101,7 milhões no trimestre, mas prevendo um 2014 bastante desafiador. Por sua vez, a Lojas Renner teve resultado acima das projeções, com uma diluição de despesas operacionais e boa aceitação da coleção de primavera-verão. O lucro da varejista foi de R$ 216,2 milhões entre outubro e dezembro, crescimento de 46,4% sobre o resultado daquele período em 2012.

Com isso, a Gerdau, que chegou a subir 2% mais cedo, agora registra leves ganhos de 0,72%, enquanto a Lojas Renner registra um dos maiores ganhos do Ibovespa, com alta de 1,71% e os papéis HGTX3 abrem estáveis, com ganhos de 0,41%. Por sua vez, os ativos da Tractebel tem leve baixa, de 0,62%.

Por sua vez, as ações da Oi (OIBR4) são destaque de ganhos do índice, com alta de 2,67%, a R$ 3,85. Segundo informações da Folha, a nova Oi (OIBR4), resultado da fusão com a Portugal Telecom, deverá ter dinheiro do BNDES e fundos de pensão. Nesta semana, o banco de fomento nacional e os fundos Previ (dos funcionários do Banco do Brasil), Petros (Petrobras) e Funcef (Caixa Econômica) se reuniram. Na pauta, estava em jogo uma injeção de R$ 600 milhões no negócio. De acordo com a Folha, os fundos não quiseram comentar, mas o BNDES confirmou que está avaliando sua participação no aumento de capital da Oi.

Europa e Ásia
Os principais índices acionários da Ásia fecharam o último pregão da semana com alta, impulsionados pelo fechamento das bolsas norte-americanas na véspera. Após dados mostrarem que a atividade industrial nos Estados Unidos cresceu em fevereiro no ritmo mais alto em quatro anos, os benchmarks do gigante mundial encerraram o dia em alta. 

A exceção desta sexta-feira no continente é o índice Xangai Composto, que terminou o dia com perdas de 1,17%. Os investidores seguem cautelosos com a China, após dados divulgados na véspera mostrarem uma desaceleração na segunda maior economia do mundo. Além disso, uma pesquisa traçando um quadro sombrio sobre o setor industrial da China levantou dúvidas sobre os mercados emergentes, muitos dos quais atingidos por fortes vendas generalizadas no mês passado.

Já no Japão, o otimismo tomou conta dos investidores neste pregão e o Nikkei, benchmark do país, encerrou o dia com alta de 2,88%, após fechar a véspera com perdas. O índice fechou a semana positivamente e registrou sua maior alta semanal em quase três meses. 

Enquanto isso na Europa, as vendas do varejo no Reino Unido caíram 1,5%, ficando abaixo da expectativa dos analistas. Apesar do fraco dado divulgado, as ações no continente abrem o dia sem uma direção única, com os índices alternando entre leves ganhos e perdas. 

 

Contato