Em mercados / acoes-e-indices

MSCI anuncia novas carteiras, com saída de 3 ações brasileiras em índice global; confira

Como já previsto, Arteris, Eneva e Multiplus saíram do índice; mudanças entram em vigor após o fechamento do próximo dia 26

ações bolsa
(Reuters)

SÃO PAULO - O MSCI (Morgan Stanley Capital International) anunciou nesta sexta-feira (8) a nova composição de sua carteira. Como já previsto, as ações da Arteris (ARTR3), Eneva (ENEV3) e Multiplus (MPLU3) saíram do índice. 

Nenhum papel entrou no índice global, enquanto os papéis da Eneva e da Multiplus foram encaminhadas para o índice Small Caps. Dentre as inclusões de ações no índice Small Caps Brasil, estão os papéis ordinários da Kepler Weber (KEPL3), da Portobello (PTBL3), da Smiles (SMLE3) e da Marisa (AMAR3), além das units da Alupar Investimentos (ALUP11). 

Já entre as exclusões também no índice Small Caps, estão as ações da CCX Carvão (CCXC3) e da OSX Brasil (OSXB3) - ambas do grupo EBX, de Eike Batista -, da HRT Participações em Petróleo (HRTP3) e os ativos PN da Contax (CTAX4), da Forjas Taurus (FTJA4) e da Positivo (POSI3).  Vale ressaltar que, depois de ser excluída do Ibovespa após pedir recuperação judicial, a OGX Petróleo (OGXP3) também foi excluída na última sexta-feira do índice MSCI Small Caps. 

As mudanças passam a ser efetivas a partir do próximo dia 26 também após as bolsas encerrarem as suas atividades. O MSCI realiza um índice para acompanhar o desempenho das principais bolsas internacionais. Os índices MSCI são utilizados como referência para diversos fundos passivos de investimento ao redor do mundo. No caso do Brasil, conforme aponta o Itaú BBA, estima-se que cerca de US$ 26 bilhões em investimentos esteja atrelado aos fundos.

 

Contato