Em mercados / acoes-e-indices

Bovespa tem a mesma quantidade de empresas que bolsa da Mongólia e Vietnã

Bolsa brasileira é a segunda que mais perdeu empresas listadas entre 2008 e 2012, indo de 432 para 353 no período, mostra estudo do Banco Mundial

Mongólia
(Wikicommons)

SÃO PAULO - Um estudo do Banco Mundial colocou a Bovespa na 23ª posição em termos de quantidade de empresas de capital aberto, contabilizando 353 companhias listadas ao final de 2012. Nessa métrica, a bolsa brasileira está muito mais parecida com os mercados de Mongólia e Vietnã do que Índia e Estados Unidos - campeões de listagem. 

Além disso, em termos percentuais a bolsa brasileira é a segunda que mais perdeu empresas listadas entre 2008 e 2012 - através de OPAs (Ofertas Públicas de Aquisição), vendo a quantidade encolher de 432 para 353 de 2008 a 2012 - queda de 18,3%. "Excetuando-se os Estados Unidos, que foi o epicentro da derrocada financeira global que teve início em março de 2007, o Brasil foi o país que registrou o maior encolhimento em termos de número de empresas listadas em bolsa", afirma Rodolfo Zabisky, CEO (Chief Executive Officer) do @attitude e idealizador do movimento PAC-PME (Programa de Aceleração de Crescimento para Pequenas e Médias Empresas).

Zabisky é um dos líderes do movimento que pede justamente para que o governo e a bolsa afrouxem regulações para permitir que as pequenas e médias empresas usem o instrumento de bolsa como forma de capitalização, o que atualmente é tido como inviável. A Bovespa se preocupa com o tema e já lançou o Bovespa Mais, focado nesse tipo de empresa, mas que conta com apenas 3 companhias: Desenvix (DVIX3M), Nutriplant (NUTR3M) e Senior Solution (SNSL3M). 

Zabisky atenta-se para o fato de que países com economia muito menor possuem bolsas com muito mais empresas listadas: é o caso de Sérvia, Malásia e Polônia. O fortalecimento do mercado de capitais seria importante para a retomada do crescimento econômico nacional, já que estudos do próprio Banco Mundial mostram que existe uma correlação positiva e robusta entre o desenvolvimento do mercado acionário e econômica. 

Essa situação também se reflete para o investidor: quanto menor for a quantidade de ações disponíveis, maior é a dificuldade de encontrar barganhas. "Um bom investidor deve achar dentro deste universo, sem muita opção como é o mercado brasileiro, ações boas, com boas perspectivas. Isso é difícil em um pais com uma oferta pequena de empresas com capital aberto", alerta Juliano Carneiro, professor do portal julianocarneiro.com e blogueiro do InfoMoney.

 Número de empresas listadas
Posição País 2008 2009 2010 2011 2012 Variação
2008-2012 
Posição do PIB
1 Índia 6.327 6.408 6.538 6.751 6.838 8,1%  10 
2 Estados Unidos 5.603 4.401 4.279 4.171  4.102  -26,8% 
3 Canadá  3.839 3.761 3.805 3.932 3.876 1%  11 
4 Japão  3.299 3.208 3.553 3.961 3.478 5,4% 
5 Espanha 3.536 3.435 3.338 3.241 3.167 -10,4% 13 
6 China  1.604 1.834 2.063 2.342 2.494 55,5%
7 Reino Unido  2.584 2.179 2.056 2.001 2.179 -15,7%
8 Austrália 1.924 1.882 1.913 1.922 1.959 1,8% 12 
9 Coreia do Sul  1.789 1.178 1.781 1.792  1.767  -1,2%  15 
10 Hong Kong 1.251  1.308  1.396  1.472  1.459  16,6%  39 
11 Sérvia  - 175 1.569  1.322  1.086  86 
12 Malásia  977 960 957  941  921  -5,7%  35 
13 França  966 941 901  893  862  -10,8% 
14 Polônia  349 354  569  757  844  141,8%  24 
15 Alemanha  638 601  571  670  665  4,2% 
16 Paquistão  653 651  644  638  573  -12,3%  44 
17 Israel  642 622  613  576  532  -17,1%  43 
18 Tailândia 525  535  541  545  502  -4,4% 32 
19 Cingapura 455 459  461  462  472  3,7%  36 
20 Indonésia 396  398  420  440  459  15,9%  16 
21 Turquia  317 315  337  362  405  27,8%  17 
22 Bulgária  399 398  390  393  387  -3,0%  75 
23 Brasil  432 377  373  366  353  -18,3%  7 
24 África do Sul 379 363  360  355  348  -8,2%  29 
25 Suécia  341 333  331  340  332  -2,6%  22 
26 Mongólia  376 358  336  332  329  -12,5%  129 
27 Vietnã  171 196  275  301  311  81,9%  57 
  TOTAL 39.772 38.230 40.370 41.278 40.700 2,3% 
Fonte: Banco Mundial        

 

Contato