Em mercados / acoes-e-indices

Ibovespa tenta vencer volatilidade e consolida alta nesta tarde

Após oscilar entre perdas e ganhos durante a manhã, índice brasileiro sobe mais de 0,8%; indicadores e resultados mistos e véspera de feriado alimentam instabilidade

ações - bolsa - Bovespa - cotações - mercado financeiro
(Getty Images)

SÃO PAULO - Após uma manhã bastante volátil, oscilando entre perdas e ganhos no intraday, o Ibovespa tenta vencer o clima instável desta véspera de feriado e opera com significativa alta no começo desta tarde. Às 13h07 (horário de Brasília), o principal índice de ações da bolsa brasileira avançava 0,87%, a 55.363 pontos. Na máxima do dia, o índice chegou a subir 0,98%.

Nos EUA, os indicadores econômicos divulgados mostraram resultados mistos. A mesma situação foi vista na temporada de resultados corporativos brasileiros, que trouxe números bons e ruins. Contribuindo ainda mais para o clima volátil, a BM&FBovespa estará fechada na próxima sessão por conta do feriado do Dia do Trabalho, mas os mercados norte-americanos estarão funcionando, inclusive com divulgação da decisão do Fomc (Federal Open Market Committee).

Segundo a economista Larissa Gatti, da corretora Souza Barros, o fechamento da bolsa no feriado influencia a movimentação nesta sessão. "Como teremos importantes indicadores nos EUA e o fim da reunião do Fomc, que determina a taxa de juros e a manutenção dos estímulos monetários no país, os investidores podem tentar antecipar possíveis decisões, volatilizando a bolsa", explica.

Indicadores mistos nos EUA
Nesta sessão, diversos indicadores importantes foram divulgados nos EUA. Enquanto o custo da mão-de-obra no país cresceu menos do que o esperado no primeiro trimestre, com alta de 0,30%, ante expectativa de 0,50% e o PMI de Chicago decepcionou em abril, com a atividade industrial da região caindo para 49,0 pontos, ante projeções de 52,0 pontos, outros dois indicadores mostraram bons resultados.

A confiança do consumidor norte-americano cresceu mais do que o esperado em abril, com 68,10 pontos, ante expectativa de 61,0 pontos. O preço das casas nos EUA, conforme uma média móvel trimestral, também superou as projeções, com alta de 9,3%. O esperado pelo mercado era aumento de 8,7%

Resultados movimentam Bovespa
Por aqui, a agenda econômica não apresentou nenhum dado relevante, enquanto a divulgação de resultados movimenta a Bovespa. Diversas companhias mostraram seus dados sobre o primeiro trimestre de 2013 e apresentam oscilação em suas ações.

É o cado do Itaú Unibanco (ITUB4), cujas ações apresentam leve alta de 0,06%, a R$ 32,82 após a companhia divulgar lucro de R$ 3,5 bilhões, próximo ao apresentado no mesmo período do ano anterior. Em caminho contrário, o Pão de Açúcar (PCAR4) cai 2,60% a R$ 107,63, apesar do aumento de 69,7% em seu lucro líquido, para R$ 275 milhões.

Já a Ambev (AMBV4) não alcançou as expectativas e ainda projetou um ano difícil para a empresa, com lucro de R$ 2,34 bilhões. Apesar do resultado, as ações da companhia respondem com alta de 3,62%, a R$ 81,09.

A Embraer (EMBR3) é a maior alta do índice, com a notícia da venda de 30 jatos à United Airlines ofuscando a queda de 67% no lucro da companhia, que foi de R$ 187,6 milhões no primeiro trimestre de 2012 para R$ 61,7 milhões no início deste ano. Com isso, as ações sobem 4,51%, a R$ 17,16. Para conferir os demais resultados, clique aqui.

 

Contato