Em mercados / acoes-e-indices

Eike perde o posto de homem mais rico do Brasil para Lemann, da Ambev

Eike Batista agora passa a ter uma fortuna de US$ 18,6 bilhões, enquanto Lemann agora possui patrimônio de US$ 18,9 bilhões

Jorge Paulo Lemann
(Divulgação)

SÃO PAULO - Pouco depois da Ambev (AMBV4) tomar o posto de empresa mais valiosa do Brasil pela primeira vez da Petrobras (PETR3; PETR4), Jorge Paulo Lemann, um dos principais acionistas da companhia de bebidas, tornou-se o homem mais rico do Brasil, tomando o posto de Eike Batista, mostra a Bloomberg. 

Com as quedas das ações de suas empresas nesta sexta-feira (30), Eike Batista agora passa a ter uma fortuna de US$ 18,6 bilhões, enquanto Lemann agora possui patrimônio de US$ 18,9 bilhões. Eike Batista, em e-mail enviado à Bloomberg, garantiu que o "Brasil merece ter mais pessoas na lista" de mais ricos, dizendo que torce para que os empresários continuem investindo e gerando empregos - como o seu grupo EBX.

Eike sempre assumiu desejar passar Carlos Slim como homem mais rico do planeta, e chegou a ficar em 8º - mas perde patrimônio conforme as ações de sua principal empresa, a OGX Petróleo (OGXP3), despencam neste ano. Como existe a expectativa de que os papéis das empresas do grupo "X" recuperem parte de seu valor de mercado, é provável que Eike retome a posição de mais rico do Brasil. 

De acordo com a Bloomberg, as empresas de capital fechado agora formam o grosso de sua fortuna - principalmente após o Mubadala Development, de Abu Dhabi, adquirir 5,63% da EBX em março. Mesmo assim, a fortuna de Eike já caiu 50% este ano.

No caminho oposto está Lemann, que viu a quantia em seu nome avançar 50% em 2012 - principalmente depois da compra do mexicano Grupo Modelo. A grande fonte da fortuna de Lemann são os 10% da AB Inbev, que valem cerca de US$ 14,6 bilhões. Lemann também tem participação em outros investimentos, como a Lojas Americanas (LAME4), ALL (ALLL3) e o Burguer King. 

 

Contato