Em mercados / acoes-e-indices

Ibovespa acentua perdas, pressionado por blue chips

OGX, Petrobras e Vale registram queda; indefinição sobre Grécia contribui para o mau humor dos investidores

ações-mercados-bolsa

Atualizada às 11h50 (horário de Brasília).

SÃO PAULO - A bolsa brasileira acentuou as perdas do pregão desta segunda-feira (26) puxada pelo desempenho das ações de blue chips. Assim como no exterior, os investidores também optam pela cautela antes de uma definição sobre a nova parcela de ajuda à Grécia. Por volta de 10h50 (horário de Brasília), o Ibovespa recuava 0,85%, aos 57.084 pontos.

No mesmo horário, as ações da OGX (OGXP3, R$ 4,66, 4,31%) lideravam as maiores baixas do índice. Os papéis de Vale (VALE3, R$ 36,39, 1,44% - VALE5, R$ 35,47, 1,23%) e Petrobras (PETR3, R$ 19,37, 2,27% - PETR4, R$ 18,89, 1,46%).

Por outro lado, as companhias do setor elétrico ensaiam uma recuperação, com destaque para a forte alta das ações da Eletrobras (ELET3, R$ 6,92, 4,37% - ELET6, R$ 8,25, 7,14%).

O principal índice da bolsa paulista fechou o pregão de sexta-feira em alta de 2,02%, atingindo 57.574 pontos e registrando uma alta acumulada no ano de 1,44%. No acumulado da semana, o benchmark subiu 3,91%, sendo sua maior alta semanal desde setembro.

Impasse grego
Os ministros de Finanças da zona do euro se reúnem, em Bruxelas, pela terceira vez este mês, para discutir as finanças da Grécia. Eles querem chegar a um acordo com o FMI (Fundo Monetário Internacional) sobre a meta para a dívida grega entre 2020 e 2022, bem como sobre as iniciativas necessárias para atingir este objetivo. Isto deve abrir caminho para o desembolso de mais uma parcela do empréstimo internacional à Grécia.

"A UE e o FMI não foram capazes de encontrar um consenso na reunião da semana passada, mas parece que o FMI abrandou sua posição sobre o nível da dívida ser alcançado em 2020, o que aumenta a probabilidade de um acordo ser alcançado agora", afirma relatório publicado pelo Danske Bank nesta manhã.

Eleições na Catalunha
Na Espanha, o partido nacionalista CiU (Convergência e União) conquistou a maioria dos votos nas eleições regionais da Catalunha no domingo. No entanto, o partido, cujo líder Artur Mas prometeu convocar um referendo sobre a independência da região, perdeu apoio no Parlamento catalão em relação à votação de 2010.

Confirmados os resultados preliminares, o partido teria 50 assentos dos 135 lugares, 12 a menos do que na eleição anterior. Já o Esquerda Republicana Catalã (ERC) ficou com 21 deputados, praticamente dobrando o número que tinha anteriormente (11).

Agenda nacional
Do lado econômico, o Boletim Focus do Banco Central mostrou que a projeção de crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) em 2012 caiu para 1,50%. A estimativa para o ano que vem também recuou, para 3,94%.

Já o PIB mensal medido pela Serasa Experian teve alta de 0,2% em setembro, na comparação com agosto, já descontadas as influências sazonais. A agenda reserva dados da balança comercial. 

Acompanhe as cotações de todos os fundos imobiliários negociados na BM&FBovespa
http://www.infomoney.com.br/onde-investir/fundos-imobiliarios/cotacoes

 

Contato