EXPERIMENTE!

Clique e experimente a
versão rápida do

Em mercados / acoes-e-indices

Radar: Bematech dispara quase 10% e Eletropaulo cai forte após balanços

Temporada de resultados revela ainda números da AES Tietê, Copasa, BM&FBovespa, Ecorodovias, BTG Pactual, BR Properties, Eternit e Eucatex

Bematech 04 - Funcionário trabalhando
(Divulgação Bematech)

SÃO PAULO - Após encerrar o pregão da véspera com alta de 2,15%, o  Ibovespa operava às 12h20 (horário de Brasília) em queda de 0,95% nesta quarta-feira (7), com o mercado digerindo a reeleição do presidente norte-americano Barack Obama.

Entre as demais referências para o pregão, em meio à terceira greve geral em seis semanas, os líderes gregos buscam a aprovação do Parlamento para medidas de austeridade. O discurso da chanceler alemã, Angela Merkel, ao Parlamento Europeu, bem como o pronunciamento do presidente do BCE (Banco Central Europeu), Mario Draghi, em Frankfurt, também estão entre as referências do dia.

Na agenda econômica, atenção para o dado sobre volume mensal de crédito ao consumidor nos EUA e indicadores de inflação no Brasil.

Ações da Eletropaulo lideram perdas
Por aqui seguem em foco a divulgação de balanços trimestrais, com as ações da Eletropaulo (ELPL4, R$ 15,24, -3,38%) despontando entre as maiores quedas no Ibovespa, após a companhia revelar um resultado referente ao terceiro trimestre de 2012 ainda pior do que o esperado pelos analistas do Itaú BBA e Ágora Corretora.

A equipe de análise da XP Investimentos lembra que o mercado já assumia uma posição bastante contracionista para os números da Eletropaulo neste trimestre. Ainda assim, os números conseguiram surpreender negativamente.

AES Tietê no sentido oposto
as ações da AES Tietê (GETI4, R$ 23,14, +0,16%) apresentam desempenho contrário após a companhia  registrar lucro líquido de R$ 244,0 milhões no terceiro trimestre, o que mostra alta de 6,9% em relação ao obtido no mesmo período do ano anterior.

Segundo a companhia, o reajuste no preço do contrato bilateral com a Eletropaulo, o preço mais elevado no mercado spot (à vista) e a redução do CDI (Certificado de Depósito Bancário) sobre a dívida líquida influenciaram positivamente nesse número.

Ações da Bematech disparam
Já as ações da Bematech (BEMA3, R$ 5,38, +9,57%) disparam no pregão desta quarta-feira, após anunciar na véspera que reverteu o prejuízo de R$ 51,52 milhões do terceiro trimestre de 2011 ao mostrar um lucro líquido de R$ 9,66 milhões no mesmo período deste ano - acumulando ganhos de R$ 21,74 milhões ao longo dos nove primeiros meses de 2012.

Copasa registra receita de R$ 710,7 milhões
Além disso, a Copasa (CSMG3, R$ 45,55, +0,46%) apresentou seu balanço no terceiro trismestre, com uma receita operacional líquida de água e esgoto em R$ 710,7 milhões, contra R$ 661,8 milhões no mesmo período do ano passado, um crescimento de 7,4%.

Lucro da BM&FBovespa cai mais que o esperado, mas receita "salva"
BM&FBovespa (BVMF3, R$ 13,61, -1,52%), por sua vez, reportou uma queda de 5,31% no lucro no terceiro trimestre, atingindo os R$ 276,5 milhões - recuo superior ao que era projetado pelos analistas ouvidos pelo InfoMoney, pertencentes à Itaú BBA, Ágora e Safra.

Em teleconferência, a empresa informou que decidiu não alterar o guidance de despesas de 2012, de R$ 560 milhões a R$ 580 milhões, disse Eduardo Refinetti Guardia, diretor executivo financeiro, corporativo e relações com investidores.

Ecorodovias
A Ecorodovias (ECOR3, R$ 18,00, +0,28%) fechou o terceiro trimestre com lucro líquido de R$ 99,7 milhões, o que representa queda de 3,0% em relação ao mesmo período do ano passado. O Ebitda (geração operacional de caixa) ficou em R$ 326,1 milhões, ou 30,2% maior ao registrado no terceiro trimestre de 2011.

Lucro do BTG Pactual cresce 240%
O BTG Pactual (BBTG11, R$ 31,12, -1,21%lucrou R$ 793 milhões no terceiro trimestre de 2012, uma alta de 243,29% frente ao que havia sido registrado no mesmo período do ano passado. O número, porém, não atinge os R$ 813 milhões esperados pelo Bradesco para o banco de André Esteves.

Lucro da BR Properties dispara 210%
A BR Properties (BRPR3, R$ 25,76, +0,43%) registrou lucro líquido de R$ 259,23 milhões no terceiro trimestre, o que representa um salto de 210% em relação ao montante registrado um ano antes, de R$ 83,749 milhões, levando em consideração o efeito líquido da valorização de propriedades.

Receita líquida da Eternit atinge R$ 230 milhões
A Eternit (ETER3, R$ 8,65, -0,57%) revelou que a receita líquida consolidada apresentou crescimento de 7,9% e atingiu R$ 229,8 milhões no terceiro trimestre, em função do aumento no volume de vendas do mineral crisotila, do reposicionamento de preços em todo o portfólio e por uma valorização do dólar frente ao real. O lucro líquido no 3T12 atingiu R$ 27,1 milhões, 0,8% menor do que o apresentado no 3T11.

Lucro da Eucatex soma R$ 24,1 milhões
O lucro da Eucatex (EUCA3, R$ 7,11, 0,00%) somou R$ 24,1 milhões no terceiro trimestre de 2012, o que representa um crescimento de 125,9% em relação ao mesmo período do ano passado. 

A receita líquida da companhia subiu 5,7% em bases anuais, somando R$ 249,2 milhões. Por outro lado, o Ebitda (geração operacional de caixa) da companhia recuou 3,1% em bases anuais, para R$ 62 milhões. A margem Ebitda ficou em 24,9%, queda de 2,3 pontos percentuais sobre 2011.

Energisa e Copel querem leilão do Rede Energia
Entre as demais notícias que seguem no radar dos investidores, a menos de dois meses para vencer o prazo de exclusividade que o consórcio CPFL (CPFE3, R$ 23,16, -0,43%)/ Equatorial Energia (EQTL3, R$ 18,62, -1,74%) tem para decidir se compra ou não o controle do grupo Rede com suas oito distribuidoras de energia elétrica, cresce a pressão do outro abertamente interessado no negócio, o consórcio Energisa / Copel (CPLE6), na tentativa de transformar a operação de venda em um leilão aberto a qualquer interessado, afirma matéria publicada pelo jornal Valor Econômico.

Conselho da Marfrig indica Sérgio Rial para CEO da Seara Foods
A Marfrig Alimentos (MRFG3, R$ 10,89, -2,07%) informou que o conselho de administração indicou o executivo Sérgio Rial para assumir a função de CEO (Chief Executive Officer) da divisão de negócios Seara Foods.

De acordo com comunicado enviado à CVM (Comissão de Valores Mobiliários) o executivo fica responsável pelo processo de consolidação da divisão sob uma única empresa da qual será presidente-executivo.

Vivo fecha parceria para construção de rede 4G no Brasil
A Vivo (VIVT4, R$ 46,30, +0,22%) anunciou parceria com a AINMT Holdings, empresa de telecom com operação na Suécia, Noruega e Dinamarca para construir uma rede complementar de 4G (LTE 450 MHz) no Brasil.

Vale obtém licença e investirá R$ 2,5 bilhões em projeto de cobre no Pará
A Vale (VALE3; R$ 37,99, -0,63%; VALE5, R$ 36,84, -0,97%) vai investir R$ 2,5 bilhões em um projeto de cobre no Pará, comunicou a empresa nesta terça-feira (6). A companhia obteve a licença de operação do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) e agora pode iniciar o projeto.

HRT anuncia contrato de venda de seus negócios de logística aérea
Por fim, a HRT (HRTP3, R$ 6,01, +0,67%) anunciou na noite desta terça-feira (6) que celebrou termo de compromisso não vinculante com a empresa norte-americana Erickson Air-Crane para transferência de seus negócios de logística aérea.

Contato