Em mercados / acoes-e-indices

Ações da B2W lideram perdas do Ibovespa na semana, com queda de 12,04%

Expectativas e confirmação de fracos resultados referentes ao quarto trimestre de 2011 pressionaram papéis da companhia

SÃO PAULO - As ações da B2W (BTOW3) lideraram as perdas da carteira teórica do Ibovespa na semana terminada em 2 de março, apontando recuo de 12,04% e cotadas a R$ 9,94. Já o benchmark da bolsa brasileira obteve valorização de 2,79% no mesmo período, chegando aos 67.781 pontos.

Nesta semana, a ação da companhia figurou entre as maiores quedas do Ibovespa em três oportunidades. Na terça-feira (28), o papel da B2W obteve a quarta maior queda do índice, ao cair 0,62%, enquanto liderou as perdas nos pregões de quinta-feira (1) e sexta-feira (2), quando recuou 4,27% e 5,60%, respectivamente.

O desempenho do ativo BTOW3 é explicado pelas expectativas negativas em relação aos resultados do quarto trimestre do ano passado, que foram confirmadas após a empresa reportar seu balanço depois do fechamento do pregão regular da véspera. A B2W teve um prejuízo líquido de R$ 28,8 milhões nos últimos três meses de 2011, frente ao saldo negativo de R$ 14,2 milhões obtido no mesmo período do ano anterior.

Em teleconferência realizada para a apresentação dos resultados, a companhia afirmou que os números apresentados ficaram aquém das expectativas da empresa. Segundo a administração, o ano de 2011 foi um período de transição para que muitos problemas, sobretudo relacionados à logística e distribuição, fossem corrigidos.

BofA avalia resultados
Além do aumento do prejuízo líquido, a equipe de análise do Bank of America Merril Lynch também destacou que as vendas da empresa mostraram um crescimento muito modesto em relação ao quarto trimestre de 2010. Por conta disso, foi elevada a projeção de prejuízo por ação da B2W para este ano, de R$ 0,11 para R$ 0,25. Para 2013, as perdas estimadas também aumentaram, de R$ 0,01 para R$ 0,12 por papel.

"Continuamos olhando para a pressão da concorrência sobre a margem bruta e a antecipação dos elevados níveis de despesas por conta dos investimentos agressivos da B2W em sistemas e infra-estrutura de distribuição", escrevem os analistas Robert Ford, Melissa Byun e Marcelo Santos em relatório do banco norte-americano.

Para eles, a combinação desses fatores poderia abalar ainda mais a confiança do mercado na capacidade da B2W mostrar uma recuperação operacional no curto prazo. A entrada de novos concorrentes ameaça tirar ainda mais participação de mercado da companhia.

Recomendação underperform
O BofA manteve a recomendação de underperform (desempenho abaixo da média do mercado) para as ações da companhia, com preço-alvo de R$ 10,00 - o que representa um desconto de 5,03% sobre o preço de fechamento do último pregão.

Destaques da semana
Entre as maiores quedas do Ibovespa nesta semana, também ganham destaque as ações de OGX (OGXP3, R$ 17,43, -4,13%), Lojas Americanas (LAME4, R$ 17,49, -2,62%), ALL (ALLL3, R$ 10,15, -2,40%), LLX (LLXL3, R$ 3,73, -2,36%) e Gafisa (GFSA3, R$ 5,05, -2,13%).

 

Contato