Primeiro dia de negociação

Ação da Espaçolaser (ESPA3) estreia na B3 em disparada de 17,21%

A dona da Espaçolaser usará os recursos captados para comprar participações em controladas, comprar unidades de franqueados e para expansão

arrow_forwardMais sobre
Loja da Espaçolaser

SÃO PAULO – A Espaçolaser (ESPA3) estreou na B3 nesta segunda-feira (1) com fortes ganhos. Os ativos subiram 17,21%, a R$ 20,98, no seu primeiro pregão na Bolsa. O volume negociado foi de R$ 517,2 milhões.

O preço foi fixado a R$ 17,90 por ação na oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês), no centro da faixa indicativa. O IPO captou R$ 2,64 bilhões.

A dona da Espaçolaser usará os recursos captados para comprar participações em controladas, comprar unidades de franqueados e para expansão.

A oferta base era de 122.556.860 ações, sendo 67.039.106 ações da tranche primária e 55.517.754 da tranche secundária. O lote adicional era de até 19.447.168 e o suplementar de até 18.383.529 ações, também de titularidade dos acionistas vendedores – do total extra de 37,83 milhões, a companhia vendeu 25,02 milhões.

A rede tem 554 lojas e uma receita líquida anual na casa de R$ 650 milhões. Nos nove primeiros meses de 2020, a empresa registrou um prejuízo líquido de cerca de R$ 65 milhões, mediante o efeito da pandemia, que deixou parte das lojas fechadas, por conta da quarentena. Em 2019, o lucro líquido registrado foi de R$ 65,4 milhões. Fundada há 16 anos, a empresa diz que, ao longo de sua trajetória, conquistou uma base de 3,6 milhões de clientes.

Segundo a companhia, o mercado de depilação no Brasil gira R$36 bilhões por ano, considerando os números de 2019, mas o espaço de crescimento ainda é grande. Isso porque o mercado de depilação a laser ainda é pouco difundido, atingindo apenas 4,9% da população brasileira. “A penetração em outros países (…) como Estados Unidos e Espanha, corresponde a, aproximadamente, 20% e 50%, respectivamente, evidenciando assim um grande potencial de crescimento deste mercado no País”, destaca a Espaçolaser no prospecto do IPO disponível no site da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

(Com Agência Estado)

Quer ser trader e tem medo de começar? O InfoMoney te ajuda a chegar lá: participe do Full Trader, o maior projeto de formação de traders do Brasil e se torne um faixa preta em 3 meses – inscreva-se de graça!