OPA no radar?

Ação da CCR (CCRO3) fecha com alta de 3,11% com notícia de possível interesse de fundo canadense na companhia

Segundo jornal O Globo, fundo de pensão canadense CDPQ pode ter a intenção de fechar o capital da concessionária

Por  Equipe InfoMoney -

SÃO PAULO – As ações da CCR (CCRO3) tiveram uma sessão de alta nesta segunda-feira (6), em meio a notícias do jornal “O Globo” sugerindo possível fechamento de capital da companhia. Os ativos CCRO3 fecharam com alta de 3,11%, a R$ 12,95, mas fechando longe das máximas após chegarem a subir quase 8% nos primeiros negócios.

De acordo com o colunista do jornal, Lauro Jardim, o fundo de pensão canadense CDPQ, com cerca de US$ 300 bilhões em ativos, contratou duas instituições financeiras para assessorá-lo na compra da participação da Andrade Gutierrez na CCR. Ainda, a notícia afirma que o objetivo do CDPQ pode ser de fechar o capital da empresa.

Segundo a equipe de análise da XP, se confirmada, a notícia é positiva para a CCR por três motivos.

O primeiro é que a venda da participação de cerca de 15% da Andrade Gutierrez na empresa eliminaria pressão vendedora (“overhang”) nas ações da CCR.

Acompanhe o que movimenta a Bolsa em tempo real

Um possível player financeiro adicionaria percepção de governança na CCR, em eventual substituição de acionista controlador com perfil construtor. Os analistas ressaltam que o mesmo já havia ocorrido com a intenção de compra pelo fundo IG4, que não se confirmou.

O possível fechamento de capital da CCR (oferta de compra de todas as ações no mercado) poderia representar um upside para o acionista minoritário na eventual venda do controle (direito de “tag along”).

Os analistas da XP destacam terem visão positiva para o setor e preferência relativa por CCR, com recomendação de Compra, versus Ecorodovias (ECOR3), para a qual possuem recomendação neutra.

Analista da Rico Corretora ensina ferramentas práticas a extrair lucro do mercado financeiro de forma consistente. Inscreva-se Grátis.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Compartilhe