Em marfrig

Marfrig está perto de vender a Keystone para a Tyson, dizem fontes

A Tyson está em negociações exclusivas com a Marfrig, disseram as pessoas, que pediram para não serem identificadas porque as discussões são privadas

frango desfiado
(Shutterstock)

(Bloomberg) -- A Marfrig Global Foods (MRFG3) está próxima de vender a Keystone Foods, fornecedora americana de nuggets de frango para o McDonald’s, para Tyson Foods, segundo duas pessoas familiarizadas com o assunto.

A Tyson está em negociações exclusivas com a Marfrig, disseram as pessoas, que pediram para não serem identificadas porque as discussões são privadas. Representantes da Marfrig e da Tyson não quiseram comentar as negociações.

A Marfrig está buscando levantar mais de US$ 3 bilhões com a venda do negócio, disseram pessoas com conhecimento do assunto em maio. A Marfrig disse na época que selecionou cinco potenciais compradores para a fase final do processo de venda, que incluiu visitas a fábricas da Keystone nos EUA e na Ásia e a apresentação de ofertas vinculantes em junho.

A Keystone teve receita de US$ 2,8 bilhões no ano passado e tem operações em sete estados dos EUA, bem como na Coreia do Sul, China, Malásia, Tailândia e Austrália. Seus ativos americanos respondem por quase 70% das vendas, mas o maior crescimento vem do braço asiático.

A Marfrig informou em abril que usaria parte dos recursos da venda da Keystone para pagar pela aquisição do controle acionário da National Beef Packing, a quarta maior empresa americana de embalagem de carne bovina, comprado por US$ 969 milhões. O restante do dinheiro será usado para pagar dívidas, o que deve reduzir a alavancagem do frigorífico brasileiro.

Além da Tyson, a Keystone atraiu propostas da Cargill, da Cofco e de uma empresa japonesa não-identificada, disseram duas pessoas com conhecimento direto do assunto em junho. A George’s Inc. - uma produtora americana de frango de propriedade familiar - também apresentou uma oferta vinculante.

A Marfrig considerou vender as operações da Keystone nos EUA e na Ásia separadamente, disse uma pessoa em maio. A Marfrig contratou o JPMorgan para encontrar um único comprador e ainda preferiria esse resultado, disse a pessoa na época.

A Cofco tem laços estreitos com a Keystone. A empresa detém 15% de participação em uma das quatro unidades da Keystone na China há 25 anos, segundo a Marfrig. E, em 2011, a Cofco formou uma joint venture com a Keystone como parte de um esforço para investir em centros de distribuição de alimentos na China, embora o plano nunca tenha sido implementado.

Quer investir em ações da Marfrig pagando apenas R$ 0,80 de corretagem? Clique aqui e abra sua conta na Clear.

 

Contato