Em lupatech

Fornecedora da Petrobras entra em recuperação judicial; ação está suspensa na Bolsa

A empresa que é fornecedora da Petrobras e já caiu quase 100% na Bolsa desde 2008 disse que a administração tem feito esforços na negociação com credores

Lupatech 1
(Divulgação)

SÃO PAULO - A Lupatech (LUPA3) entrou nesta terça-feira (26) com pedido de recuperação judicial e convocou Assembleia Geral Extraordinária para ratificar pedido. Com isso, de acordo com comunicado da BM&FBovespa, os negócios com as ações da empresa ficam suspensos a partir de hoje enquanto se aguardam "esclarecimentos adicionais". 

A empresa que é fornecedora da Petrobras (PETR3; PETR4) e já caiu quase 100% na Bolsa desde 2008 e disse que a administração tem feito esforços na negociação com credores. 

O cenário da companhia, que estava tempestuoso desde a crise econômica de 2008, piorou com o escândalo da Operação Lava Jato, que impacta diretamente o setor de Óleo e Gás. Com 64% das suas receitas dependentes de encomendas da Petrobras, a Lupatech sofreu pesadas perdas quando a petroleira optou por um maior rigor nos gastos e por refazer todas as suas grandes licitações por conta da situação da economia.

No Fato Relevante divulgado hoje, a companhia cita justamente este cenário, junto com a forte queda do preço do petróleo desde 2014.

"A decisão de ajuizar o pedido de recuperação judicial tem por objetivo preservar o valor da Companhia, sua função social e o estímulo à atividade econômica, atendendo de forma organizada aos interesses de seus credores e acionistas e contingenciando de maneira responsável os ativos da Companhia", diz ainda o texto.

Das suas cotações em setembro de 2008, as ações da companhia despencaram impressionantes 99,82%, saindo de R$ 22,30 para R$ 0,04. 

 

Contato