EXPERIMENTE!

Clique e experimente a
versão rápida do

Em jbsfriboi

CVM abre novo processo contra Wesley Batista e JBS por compra irregular de dólares

Wesley é investigado "por ter ordenado a compra de contratos derivativos de dólar com uso de práticas não equitativas" em nome da JBS, Eldorado e Seara

Wesley Batista
(Divulgação)

SÃO PAULO - A CVM (Comissão de Valores Mobiliários) informou nesta segunda-feira (11) abriu na última sexta um novo processo administrativo contra a JBS (JBSS3), Seara, Eldorado e o empresário Wesley Batista. Este novo processo investiga a compra de dólares pelo frigorífico no mercado futuro, dias antes da divulgação da notícia de que seus executivos fizeram delação premiada.

Segundo comunicado, Wesley Batista é investigado "por ter ordenado a compra de contratos derivativos de dólar com uso de práticas não equitativas" em nome da JBS, Eldorado e Seara. O executivo era presidente da JBS na época. As três empresas são investigadas por terem se beneficiado da compra de dólar.

Vale destacar que este processo é sancionador, em uma etapa mais À frente das investigações, no qual a acusação é formulada contra empresas e seus administradores ou acionistas. Antes disso, a CVM abre um processo administrativo e um inquérito dentro do órgão. Ao todo, a CVM tem 12 processos em curso contra a JBS e seus acionistas.

Contato