Em imoveis

União é a maior e pior imobiliária do mundo, diz antigo diretor da SPU a jornal

Gil Castello Branco, hoje secretário geral da ONG Contas Abertas, critica abandono de prédios, como o da Polícia Federal que sofreu incêndio na terça-feira

Imóveis comerciais
(Shutterstock)

SÃO PAULO - Proprietária de R$ 68 bilhões em imóveis, a União é a "maior e a pior imobiliária do mundo", disse Gil Castello Branco, secretário geral da ONG Contas Abertas e ex-diretor do Sistema da Secretaria do Patrimônio da União (SPU) ao jornal Correio Braziliense

Em entrevista publicada nesta quinta-feira (3), o especialista disse que a União gastou em aluguel para acomodar órgãos públicos o dobro (R$ 1,56 bilhão) do que recebeu com a locação de imóveis a terceiros (R$ 795,1 milhões). 

 Após incêndio em antigo prédio da Polícia Federal que abrigava ocupação nesta terça-feira (1), Castello Branco criticou a gestão em vários níveis. Ele foi secretário do SPU na década de 1990 e disse que o descaso ocorre "há vários governos". 

“Quando quem pega financiamento com a Caixa não paga, a União recolhe os bens e fica com o imóvel. A todo momento entram novos. E o governo não consegue fazer nada com aquilo, porque não tem nem ideia do que tem”.

 

Contato