Em imoveis

Apartamento no Rio recebe oferta de quase R$ 70 milhões, mas dono recusa

Embora o mercado imobiliário esteja desacelerando, o Cap Ferrat é um produto exclusivo, fica na região mais valorizada do Brasil, a orla de Copacabana, Ipanema e Leblon

Cap Ferrat
(Reprodução GoogleMaps)

SÃO PAULO - O apartamento mais caro do Brasil acaba de receber uma oferta de quase R$ 70 milhões, mas o dono recusou, noticiou o G1 nesta quinta-feira (13). A unidade no condomínio Cap Ferrat, na orla de Ipanema, está a venda por R$ 70 milhões - mas o dono só quer vender por essa quantia.

Quem fez a oferta teria sido um industrial, afirmou o corretor de imóveis Ricardo Whitaker, da Whitaker e Monteiro Imóveis, há pouco tempo atrás. Embora o mercado imobiliário esteja desacelerando, o Cap Ferrat é um produto exclusivo, fica na região mais valorizada do Brasil, a orla de Copacabana, Ipanema e Leblon. 

A unidade, originalmente tinham cinco suítes, 530 metros quadrados internos e 170 metros da varanda. Assim, são R$ 100 mil por metro quadrado, um valor altíssimo até para os padrões da região, onde o metro quadrado fica por R$ 20,77 mil. 

O Cap Ferrat tem 16 andares comuns e a cobertura, sendo localizado na Avenida Vieira Souto, na praia de Ipanema. Ipanema é o segundo bairro mais caro do Brasil, perdendo apenas para seu vizinho Leblon, onde o metro quadrado fica, em média, em R$ 23,75 mil. 

Seguindo a mesma lógica de preços, o dono da cobertura poderia pedir um valor ainda mais assustador: o imóvel é avaliado em R$ 90 milhões. 

 

Contato