Em imoveis

SP: venda de imóveis usados cai por causa de empréstimos bancários

O percentual de vendas é o segundo pior do ano passado, sendo superado somente por janeiro de 2013

cidades - São Paulo - Brasil
(Divulgação)

SÃO PAULO – A venda de imóveis usados na cidade de São Paulo caiu 25,25% em novembro de 2013, por conta da redução nos empréstimos bancários. De acordo com dados divulgados pelo Creci-SP (Conselho Regional dos Corretores de Imóveis do Estado de São Paulo), apenas 37,41% dos imóveis vendidos no período foram financiados.

O percentual é o segundo pior do ano passado, sendo superado somente pelos 32,54% de janeiro de 2013. Para o presidente do CRECI-SP, José Augusto Viana Neto, o financiamento é como oxigênio para o mercado de imóveis usados. “É o crédito dos bancos que irriga o sistema todo e faz girar o mercado, permitindo que quem tenha um imóvel menor possa comprar um maior, e que quem não tem nenhum possa ter seu primeiro, seja usado seja novo.”

Região
Por zonas, o maior volume de vendas foi registrado na zona A (bairros como Alto da Boa Vista, Jardim Europa e Ibirapuera), de 32,11%. A região com menos vendas foi a E, que engloba Brasilândia, São Mateus, Campo Limpo e Capão Redondo, com 9,90% das comercializações de imóveis.

Na zona C (Campo Belo, Cidade Jardim, Jardim Anália Franco e Perdizes), o percentual de vendas foi de 24,44%. Já a zona D (bairros como Vila Matilde, Vila Maria, Sacomã e Bom Retiro) teve 21,36% das vendas e por fim, a zona B (Brooklin, Jardim São bento, Vila Madalena e Vila Olímpia), com 12,19% das vendas.

 

Contato