Em imoveis

Decisão de tomar um financiamento imobiliário costuma ser individual

São Paulo é a cidade com maior número de decisões individuais sobre o financiamento imobiliário

casal - finanças - contas - orçamento - dívidas
(Shutterstock)

SÃO PAULO – A maioria dos compradores de imóveis (51%) decide contrair um financiamento imobiliário de forma individual, somente 49% compartilham com seus familiares a decisão. De acordo com um levantamento da CrediPronto, dividir com parentes a escolha sobre o financiamento é mais comum entre os clientes com menor poder aquisitivo.

Na parcela com renda familiar acima de R$ 8.100, a escolha final é feita individualmente pelo líder da família em cerca 60% dos pesquisados. Já para famílias com renda de até R$ 4.599, a individualidade na decisão cai para 35%.

São Paulo
A capital paulista registra maior número de decisões individuais, chegando a 53% dos financiamentos, enquanto nas demais cidades, tanto do interior como capitais de outros Estados, a média é de 48%.“O mercado imobiliário tem percebido fortemente o movimento de solteiros em São Paulo, o que contou nesse resultado, mas o fator que mais influencia é o poder aquisitivo do comprador”, explica o diretor geral da CrediPronto, Bruno Gama.

Para ele, quanto maior o comprometimento da renda familiar com a aquisição, mais importante envolver todos os membros economicamente ativos na hora de assinar o contrato. Por isso, entre os que compartilham o momento do financiamento, 80% o fazem junto a seu cônjuge, seguido por amigos (7%), filhos (5%), sócio (1%) e gerente do banco (1%).

 

Contato