Em imoveis / fundos-imobiliarios

Inva retira fundo imobiliário da carteira devido à baixa ocupação do imóvel

Inva Capital afirma que edifício Continental Tower está quase todo vago; de janeiro até abril cotas do fundo sofreram queda de 7,48%

fundos imobiliários
(Getty Images)

SÃO PAULO – A Inva Capital optou por retirar da sua carteira de fundos imobiliários de maio o fundo BB Votorantim JHSF Cidade Jardim (BBVJ11). Como justificativa para a saída do fundo, os analistas apontam que a Votorantim divulgou em abril o andamento das locações do edifício de 13 andares, e o resultado decepcionou. "Está quase todo vago e o preço da unidade que está locada não foi divulgado", diz a Inva. 

Por enxergar que os valores praticados devem ser muito abaixo dos 140m² previstos, a gestora acredita que o preço das cotas do fundo imobiliário possa cair para algo entre R$ 70 e R$ 80, o que indicaria uma queda de até 23%, quando comparado ao preço de fechamento do dia 21 de maio (R$ 91,34).

Acompanhe a cotação de todos os fundos imobiliários negociados na BM&FBovespa

Apenas este ano, o fundo já acumula desvalorização de 20,36%. O rendimento pago também diminuiu. Em janeiro e fevereiro foi pago R$ 0,864691 por cota, enquanto em março e abril o rendimento ficou em R$ 0,80 por cota.  

O fundo
O BB Votorantim JHSF Cidade Jardim (BBJV11) tem sua renda lastreada por meio de locação das lajes corporativas do edifício comercial Continental Tower, que faz parte do empreendimento Cidade Jardim Corporate Center, localizado no complexo Parque Cidade Jardim em São Paulo.

 

Contato