Em hypermarcas

Ação da Hypermarcas é destaque de queda semanal do Ibovespa ao cair 9,27%

Em movimento de correção, papel HYPE3 esteve entre as maiores quedas em dois dos três pregões desta semana

SÃO PAULO – As ações da Hypermarcas (HYPE3) lideraram as perdas do Ibovespa nesta semana, apontando desvalorização de 9,27% e cotadas a R$ 11,36. Já o benchmark da bolsa brasileira recuou 0,39% no período entre os dias 22 e 24 de fevereiro - na segunda (20) e terça-feira (21), o mercado brasileiro esteve fechado por conta do feriado de Carnaval.

O analista da XP Investimentos, William Alves, afirma que não houve nenhum evento extraordinário que tenha influenciado para o comportamento da ação nesta semana, creditando essa queda a um um movimento de correção após as fortes altas acumuladas nos últimos meses. “Assim como outros ativos, os papéis da Hypermarcas vinham de uma forte alta desde o final do ano passado, alcançando um espaço para realização”, explica Alves.

Desde 23 de novembro de 2011, quando chegou a sua menor fechamento desde março de 2009 (R$ 7,48), o ativo HYPE3 engatou um movimento de alta, acumulando valorização de 67,37% até a última sexta-feira (17). Já nesta semana, o papel HYPE3 figurou entre as cinco maiores quedas do Ibovespa em dois dos três pregões realizados, ficando com a quinta maior desvalorização na quarta-feira (22) ao cair 3,03% e o maior recuo desta sexta-feira, desvalorizando 5,25%.

Destaques de queda
Entre as maiores quedas do Ibovespa nesta semana, também tiveram destaque as ações de Fibria (FIBR3, R$ 15,33, -7,09%), BR Malls (BRML3, R$ 21,37, -6,64%), PDG Realty (PDGR3, R$ 7,46, -6,05%), ALL (ALLL3, R$ 10,40, -5,71%) e Marfrig (MRFG3, R$ 9,30, -5,39%).

 

Contato