Em gpinvest

Empresa fundada por Lemann devia aprender com Buffett para ações dobrarem

Quantia paga pela GP Investiments a seus executivos supera o próprio lucro da empresa em 2012

Jorge Paulo Lemann
(Divulgação)

SÃO PAULO - Refletindo a situação da empresa, os BDRs (Brazilian Depositary Receipts) da GP Investments (GPIV11) já tiveram queda de cerca de 80% nos últimos cinco anos. Mesmo assim, a empresa fundada por Jorge Paulo Lemann, o homem mais rico do Brasil, praticamente dobrou o salário de seus executivos - chegando a atingir R$ 24,5 milhões.

Essa quantia supera o próprio lucro da empresa, que em 2012 somou R$ 19,8 milhões. A companhia havia registrado prejuízo em 2011, de R$ 206,8 milhões. De acordo com a NCH Capital, a empresa deveria seguir o exemplo de Warren Buffett, reduzindo o salário dos executivos, noticiou a Bloomberg. "Exigimos que modifiquem suas políticas de compensação, alinhando-as aos interesses dos seus acionistas”, escreveu James Gulbrandsen, chefe de investimentos da NCH.

Buffett recebe US$ 100 mil por ano como presidente da Berkshire Hathaway - praticamente nada, próximo do lucro de US$ 10 bilhões que a empresa atinge atualmente. "Buffett entendeu o conceito muito simples de que o poder de composição dos ganhos pode gerar grandes riquezas para seus acionistas – e para ele mesmo – no longo prazo", escreveu Gulbrandsen, na carta recebida pela Bloomberg.

O salário mais alto da GP Investments no ano passado foi de R$ 2,32 milhões, enquanto um membro do conselho embolsou R$ 5,59 milhões. A companhia destacou que "visa compensar seus funcionários apropriadamente pela competência e responsabilidade, adotando práticas remunerativas que refletem os valores da companhia".

A NCH pede para que, se a GP não quiser modificar as políticas salariais, deverá fazer uma oferta para fechar o capital da companhia e compensar os investidores da companhia. Os investidores, porém, destacam que não estão insatisfeitos com os investimentos feitos pela GP, uma firma de private equity, que também investe em companhias de capital aberto, como Estácio (ESTC3) e Magnesita (MAGG3). 

O que a NCH acredita ser a causa da queda é o não-alinhamento dos interesses dos acionistas com a empresa. Com isso, a NCH acredita que as ações possuem potencial para dobrar de valor, caso as práticas de governança - como alinhar os pagamentos dos funcionários - fossem acertadas. 

 

Contato