Em gafisa

Separação de Gafisa e Tenda é positiva, mas ainda não é hora de comemorar, diz Credit

Banco vê ano de dificuldade para a companhia em 2014, mas que sem a Tenda suas operações podem ser mais rentáveis

SÃO PAULO - Na última sexta-feira (7), a Gafisa (GFSA3) anunciou que estuda planos para separar suas operações da Tenda, negócio da companhia voltado para baixa renda, em uma tentativa de reforçar a geração de valor para a incorporadora. Para o Credit Suisse, a notícia é bastante positiva para a Gafisa, mas ainda não é motivo para compra das ações.

Os analistas do banco, Esteban Polidura e Fred Mendes, afirmam em relatório que este anúncio evidencia que grandes ganhos de escala foram alcançados pra Gafisa desde a aquisição da Tenda, em 2008. Além disso, eles acreditam que os investidores estão mostrando um forte pessimismo com a Tenda, já que o atual valor de mercado da Gafisa, R$ 1,4 bilhão, é o mesmo que o da venda da Alphaville - um dos melhores ativos presentes no portfólio da empresa. A dupla acredita que a remoção de um ativo de baixo desempenho como a Tenda pode tornar as operações da Gafisa mais rentáveis.

Mesmo vendo como positiva essa separação, os analistas do banco mantêm a recomendação de manutenção para os papéis da companhia. "Esperamos que a Gafisa vá enfrentar vários desafios em 2014, principalmente com cancelamentos de vendas e conclusão dos inventários, que devem continuar a impactar na margem bruta da empresa", destacam em relatório. Segundo eles, este é o momento da Tenda provar sua capacidade de operar de forma eficiente e de fornecer um retorno razoável para seus investidores para os próximos anos.

Mudanças no comando
Junto com a notícia da possível separação da Tenda, a Gafisa comunicou mudanças em seu comendo. A companhia apontou Sandro Gamba como novo CEO, substituindo Alceu Duilio Calciolari, que comandava a companhia desde 2011. Gamba tem 19 anos de experiência no mercado, tendo atuado em reas como operações, comercial e novos projetos em desenvolvimento.

Além disso, Rodrigo Osmo foi indicado como CEO da Tenda. O executivo está na Gafisa desde 2006, tendo atuado como diretor de novos projetos em desenvovimento e CFO da companhia.

 

Contato