Em financas

Motivação: a importância desta força interna na conquista das metas

Antes de definir objetivos para o próximo ano, consultor sugere que profissionais descubram o que os motivam

SÃO PAULO - O que é motivação? Se por um lado esse não é um termo de fácil compreensão, é possível defini-lo como “o conjunto de forças internas que mobilizam o indivíduo para atingir um dado objetivo ou meta como resposta a um estado de necessidade, carência ou desequilíbrio”, explica consultor da Caput Consultoria, Wellington Moreira.

Dado isso, é possível inferir que a motivação nasce ou de um sentimento de insatisfação ou de uma crença profissional de que é possível chegar mais longe. Moreira ainda pontua que isso explica porque as pessoas altamente motivadas e focadas dirigem grande energia para seus propósitos, atuando de forma diferente daquelas que se inspiram de forma superficial por estímulos externos e passageiros.

Profecia Autorrealizadora
Na busca por atingir os objetivos, Moreira lembra que os seres humanos são dotados de capacidade de fazer com que suas crenças se tornem realidades. Essa habilidade foi definida pelo sociólogo americano Robert Merton como Profecia Autorrealizadora.

Na prática, para alcançar as metas, os profissionais devem definir seu objetivo, acreditar que o alcançará e possuir competência para tanto. O final do ano, inclusive, é um momento propício para estabelecer objetivos, ou seja, as metas de ano novo.

Moreira observa que nesse momento os profissionais precisam avaliar se realmente estão dispostos a se dedicar às metas estipuladas para si mesmos, pois só assim conseguirão atingi-las. Fazer uma reflexão acerca do seu nível de entrega pessoal também é recomendado.

A sugestão, portanto, é avaliar o ano que passou e identificar se as metas propostas ao final do ano passado foram alcançadas. Pondere se os objetivos foram alcançados, se faltou muito para alcançá-los ou se nem ao menos se recorda dos objetivos estimulados meses atrás.

Moreira recomenda escrever as metas em um papel, evitando se contentar em guardá-las na cabeça. Ainda, reflita se ao longo do ano você parou para reavaliar sua trajetória ou se apenas se surpreendeu com os resultados no final do ano.

Saiba o que quer!
A motivação só irá acontecer se o profissional souber o que quer, souber aonde quer chegar e o que quer alcançar. “Quando a pessoa não sabe o que quer ou aquilo que realmente mobiliza o seu íntimo, dificilmente encontra terreno fértil para que brote uma verdadeira motivação que o impulsione a avançar”, explica Moreira.

A lógica é bem simples, não adianta estabelecer metas para o próximo ano se o profissional não souber antes de tudo o que o motiva. Portanto, antes de sentar e escrever os pontos que deseja atingir, preocupe-se em fazer uma autoanálise, buscando o autoconhecimento.

 

Contato