Em embraer

Embraer dispara 6% após notícia de acordo "quase fechado" com a Boeing

Segundo fontes da Bloomberg, o presidente Michel Temer já teria concordado com uma joint-venture entre as duas empresas

Embraer - Jatos E175
(Divulgação/Embraer)

SÃO PAULO - Fontes da Bloomberg disseram que o negócio entre Embraer (EMBR3) e Boeing está praticamente fechado, faltando apenas 10% de detalhes para serem discutidos. Além disso, segundo as mesmas fontes, o presidente Michel Temer já teria concordado com uma joint venture entre as duas empresas.

A notícia fez as ações da companhia brasileira saltassem pouco mais de 6% após entrarem em leilão duas vezes. Enquanto isso, os ADRs também ganharam força, fechando com ganhos de mais de 5%.

De acordo com a agência de notícias, Temer viu e endossou em princípio uma proposta de joint venture que lhe foi trazida recentemente. O presidente deu sua bênção depois que a Força Aérea, o ministro da Defesa e o Secretário de Assuntos Estratégicos aprovaram o modelo de parceria em discussão, afirma a fonte da Bloomberg.

 

Contato