Em educacao / guias

Inflação não reflete o aumento do seu custo de vida

Índices de inflação medem a variação dos preços de uma amostra da população, que pode não ser a mesma em que você está incluído

SÃO PAULO - Quando ouvem que a inflação está em alta, mas sob controle, muitos consumidores reclamam que não concordam com os números divulgados pelos diversos institutos econômicos. Afinal, sua percepção de preço é distinta, e muitas vezes os gastos do seu orçamento sobem em uma proporção bem maior do que a inflação divulgada.

A principal razão para as suas despesas aumentarem em proporção maior que a variação anunciada pelos índices de inflação, é que as amostras utilizadas para o cálculo dos índices não necessariamente refletem seu perfil de gastos. Desta forma, os índices nacionais de inflação devem ser vistos como boas aproximações do aumento do custo de vida, indicando uma medida de reajuste de preços para todo o País.

Você não pertence à amostra da pesquisa
Para estimar a variação dos preços em um determinado período, os institutos de pesquisa definem uma amostra da população que pode ser expandida para todo o Brasil. Quer por faixa de salários, quer por região, a segmentação permite que o aumento médio dos preços aos consumidores destas cidades possa ser nacionalizado.

Desta forma, para que se tornem representativos em todo o território nacional, estes índices ponderam grupos de preços pesquisados para uma determinada faixa salarial em uma região pré-definida, de acordo com a influência e peso sobre os orçamentos da população. Por tentarem atingir todo o País, podem ser tornar menos representativos para os diferentes níveis sócio-econômicos do Brasil.

Entre os fatores que distorcem a variação das taxas de inflação e seu custo de vida individual, podemos citar o rendimento das pessoas que compõem a amostra de coleta de dados, a localização e o poder de representação das regiões escolhidas dentro do índice e em especial o peso de cada grupo dentro das pesquisas. Se sua renda é diferente da renda adotada para a amostra, talvez a composição dos seus gastos fique distorcida.

Gastos pessoais definem custo de vida próprio
Podemos concluir que como não se limitam ao seu ambiente, nem são ponderados de acordo com seus gastos e sim da população brasileira como um todo, os índices de inflação podem, muitas vezes, se apresentar de maneira diferente das variações de preços no seu orçamento. De qualquer forma, são indexadores econômicos com ampla utilização pelo mercado, tanto para contratos e emissão de títulos públicos como para reajustar parcelas e gastos comuns aos consumidores.

Somente depois de definir qual o peso médio de cada item de seus gastos pessoais sobre seu orçamento mensal é possível acompanhar com exatidão o efeito do aumento dos preços sobre seus custos. Neste sentido, encare sempre os índices de inflação como a variação de preços correspondente a todo o Brasil e não como quanto seus custos aumentaram porque nem sempre estas duas medidas serão iguais.

 

Contato