Em educacao / guias

Carreira: saiba como reivindicar melhor salário na hora da contratação

Informe-se sobre a faixa salarial para o seu cargo, tenha um alvo a atingir e não seja o primeiro a falar sobre o assunto

executivo - jovem - classe A - dinheiro no bolso - investimento
(Getty Images)

SÃO PAULO - Quando a procura por um trabalho se prolonga e se torna cansativa, muitas pessoas aceitam qualquer vaga sem analisar. Os recém-formados nas universidades querem logo entrar no mercado de trabalho e acabam por não perceber que podem estar ganhando muito menos do que o apropriado para o cargo que ocupam.

Aceitar qualquer proposta porque está precisando de um emprego não é a melhor atitude a se tomar, pois você pode não perceber as desvantagens que o negócio lhe oferece, como a baixa remuneração.

Você não precisa negar a oportunidade de trabalho, quando receber a notícia de quanto irá ganhar. Veja abaixo as formas de negociação com os entrevistadores, para chegar o mais perto possível ou atingir a remuneração que você deseja.

Saiba da faixa salarial para seu cargo
É natural que os recrutadores omitam informações sobre os salários dos demais candidatos e quanto o mercado oferece para a vaga. A menos que você tenha algum "espião" dentro da empresa, você não saberá o quanto poderá reivindicar. É para isso que existem sites em que você pode ver qual o salário na sua região.

Ter noção do quanto se paga pela função que irá exercer é uma boa opção. Isso porque, na hora da negociação, não se deve aumentar muito a exigência de salário. Caso você tenha visto que a média salarial é de R$ 3 mil, exija algo em torno de R$ 2 mil e R$ 4 mil, mas não peça muito no começo, o que pode fazer com que você perca a oportunidade.

Entenda o que eles querem
Concentre-se em ser uma pessoa entusiasmada, positiva e ávida. Caso seu possível novo chefe faça uma oferta, isso significa que ele está disposto a ter você na empresa. Isso também quer dizer que o futuro chefe gostou o suficiente de você para negociar a sua contratação. Neste caso, vale arriscar mais nas propostas.

Não seja o primeiro a falar sobre salários: isso é analisado na hora das entrevistas. Todos os entrevistadores mais preparados dizem "Quanto você pretende ganhar?". Primeiro, você deve perguntar quanto eles pagarão e, se não tiver nenhuma resposta, dê sua primeira opção de salário.

Pergunte, nunca exija!
Tente não "jogar pesado" na hora da negociação. Uma vez conquistado um valor, pense positivo sobre a posição. Pergunte e nunca exija alguma coisa. Ninguém gosta de ouvir que você precisa de mais dinheiro para suas férias em Cancun, mas sim que você precisa de um aumento no salário para mudar de cidade para trabalhar, por exemplo. Tudo depende de como você expõe seu ponto de vista.

Alguns empregadores podem se recusar a discutir sobre salários. No entanto, eles podem ser flexíveis na hora de conceder benefícios, férias e bônus. Caso seja um emprego que você realmente deseja e um ótimo começo para sua carreira, atenção: evite ser mesquinho.

 

Contato